Eleições 2014: Brasil divido pela intolerância busca cura

Kommentare 2 Standard

Por M. Fábia P. V. Willems

Veja a fonte aqui

Nos últimos tempos tenho visto o Brasil com olhos mais tristes e preocupados. Não porque a situação econômica não melhorou como eu queria ou porque a os políticos não se comportam como deveriam, mas porque minha gente está perdendo o espírito democrático e o seu tão amado jeitão tolerante de ser.

Tenho visto gente esclarecida escurendo na ignorância tão criticada, caindo no abismo da intolerância de um tempo que achava ter desaparecido da história do nosso país.

Tenho sentido dor na alma, vendo amigos se desencontrarem em suas argumentações políticas e se perderem no desencontro de suas opiniões.

Famílias se dividem, amigos se magoam e se distanciam. Gente, outrora estimada, vai morrendo um pouquinho dentro da gente.

Descobri que nem todos eram tão desenvolvidos na arte da tolerância, como eu pensava.

Vi amigos não querendo mais expor sua prefer’encia política para não receber um selo na testa de ignorante cultural.

O gigante tenebroso, chamado preconceito, estava escondido dentro de gente bela de carinha singela que trazia no currículo tantos títulos e falava várias línguas, tinha viajado pelo mundo e participado de congressos internacionais, mesmo tendo saído de um lugarzinho qualquer dentro dum país chamdo Brasil, o mesmo desconjurado nas últimas semanas  e escomungado ontem de uma vez por todas depois de resultado das eleições para presidente.

???????????????????????????????

O mapa abaixo mostra quem votou em quem e gera a ira daqueles que não conseguem admitir que existam seres humanos que ousam pensar diferente. O iniciado preconceito contra os nordestinos aumentou nas redes sociais na etapa final da campanha e piorou agora, embora dois estados da região norte e outros dois do sudeste também tenham votado em Dilma (Partido dos Trabalhadores).

???????????????????????????????

Estou muito triste por ver minha gente tão dividida, renegando sua origem missigenada, tentando pintar seu sangue de azul através de sua descendência estrangeira. E tudo isso para quê? Na esperança de distanciar-se dos seres menores e desprezíveis que não compartilharam dos mesmos ideais, visão de futuro e candidato político.

Este dia fica macado como o dia em que uma parte do Brasil esqueceu o signiificado das palavras DEMOCRACIA.

elec_democrac_boy_sapo

Brasileiros e brasileiras de todas as regiões que lutam todos os dias para alimentar seus filhos na esperança de um futuro melhor. Nossa gente não pode esquecer sua humanidade, nem que o amor, o valor da família e da amizade, sua diversidade e sua tolerância o torna único.

Por favor, meus amigos e amigas do Brasil, vamos relembrar o significado da palavra TOLERÂCIA e nos unir por um Brasil melhor com gente de alma limpa. DIGA NÃO AO PRECONCEITO! AME A PAZ!

Só para relembrar o significado da palavra TOLERÂNCIA em português e em algumas línguas estrangeiras.

???????????????????????????????

???????????????????????????????

Em alemão:

???????????????????????????????

???????????????????????????????

???????????????????????????????

???????????????????????????????

O candidato Aécio, perdeu a eleição para presidente, porém forma uma forte oposição e também pede a união de todos os brasileiros para um país melhor:

???????????????????????????????

E para finalizar…

A canção que prega a união: Canção da América, de Milton Nascimento

Amigo é coisa pra se guardar
Debaixo de sete chaves,
Dentro do coração,
assim falava a canção que na América ouvi,
mas quem cantava chorou ao ver o seu amigo partir,
mas quem ficou, no pensamento voou,
com seu canto que o outro lembrou
E quem voou no pensamento ficou,
com a lembrança que o outro cantou.
Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito,
mesmo que o tempo e a distância, digam não,
mesmo esquecendo a canção.
O que importa é ouvir a voz que vem do coração.
Pois, seja o que vier,
venha o que vier
Qualquer dia amigo eu volto a te encontrar
Qualquer dia amigo, a gente vai se encontrar.

Veja aqui a fonte da letra

Horário Brasileiro de Verão 2013/2014 (BRASILIANISCHE SOMMERZEIT)

Hinterlasse einen Kommentar Standard

Por: M. Fábia P. V. Willems

Vamos ficar atentos: O Horário de Verão está chegando 🙂

Começa à zero hora de 20/10/2013 até…?

horario de verao2013

Neste artigo você se informa sobre o Horário de Verão e entende melhor, por exemplo, como ele funciona e o porquê dele existir. Ah, você já sabe isso? E sabe responder as perguntas abaixo também?

  • O que é o Horário de Verão?
  • Qual a vantagem do Horário de Verão?
  • Em quais estados se aplica o Horário de Verão?
  • Quando começa e termina o Horário Verão?
  • Como ajustar o início e o término do Horário de Verão?
  • Existe o Horário de verão em outros países também?
  • Que horas são na Alemanha quando em São Paulo são 9 da manhã?

Aqui você pode ler também algumas curiosidades sobre o tema, podendo explicar tudo direitinho aos seus amigos e filhos depois 😉

Não deixe de ler “Dicas para professores” e “Links para pesquisa”.

Boa leitura!

Professora Fábia Willems

ARTIGO SELECIONADO

via Horário Brasileiro de Verão 2013/2014 — NIPPO Brasilia Portal.

Clique no link acima

DICA PARA PROFESSORES

Seria interessante trabalhar o tema „Fuso horário“ na escola como:

  1. uma aula tradicional, onde o tema seria introduzido através de vários relógios com horas diferentes distribuídos pela sala e com plaquinhas em baixo que indicariam os diferentes fuso-horários do Brasil e/ou do mundo. Os alunos poderiam tentar explicar por que isso ocorre e fazer uma pesquisa na própria sala de aula, usando os mapas, livros e revistas selecionados pela professora. O resultado da mesma poderia ser apresentado em grupos.
  2. um tema interdisciplinar. Sugestão: Nas aulas de Artes, Português, Espanhol, Geografia e Informática (veja os links e vídeos no final do artigo para inspirar-se).
  3. uma aula na  sala de informática onde o professor apresenta o tema, usando projeções de páginas web selecionadas com antecedência. As imagens da internet (fotos, desenhos, mapas e vídeos) ilustrariam bem o tema e ajudariam muito a memorizar a matéria. Exercícios online ou offline poderiam completar o aprendizado. Veja alguns exemplos.
  4. uma pesquisa online e a apresentação de um seminário depois.
  5. um jogo online no qual as crianças veriam personagens infantis explicando o tema, como num filminho (veja um exemplo em „Links para pesquisa“). Depois eles poderiam preencher uma folha onde apareceriam o mapa do Brasil e um reloginho para cada fuso horário. Dependendo da idade, poderia ser também  a hora certa em uma cidade brasileira e outra europeia.
  6. uma forma divertida, através de tirinhas (introdução ou exercício se ser explicado pelo aluno).

charlie animador
lobisomem

LINKS PARA PESQUISA

Fusos-horários, fusos horários, fuso-horários ou fuso horários?

Será que eu escrevi certo o termo no neste artigo? Consulte um dos dicionários online e alguns links sobre a Nova Reforma Ortográfica para descobrir a forma correta:

– Hora certa. Clique aqui.

– Fusos horários do Brasil. Clique aqui.

– Hora de Brasília e Fuso. Clique aqui.

– Artigos sobre o tema Fuso horário

– Jogo interativo (online) com livrinho para consulta e um exercício –  Capitão Tormenta e Paco em Fusos Horários: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/recursos/9525/fusos.swf

– Exercícos online:

Vídeos interessantes

Geodetetive – Série de hoje: Como viajar e chegar no dia anterior

Objetivos:
Mostrar como são estabelecidos os fusos horários e fatos a estes relacionados;
Apresentar o mapa mundi e os fusos horários na projeção cilíndrica de Mercator.

Vídeo musical sobre Fuso horário

Programa Eureka do dia 30/05/2009, com a participação da banda Abalo Sísmico e os Modeladores do Relevo. Nós temos o objetivo de ensinar a Geografia de uma forma diferente, com muita música e diversão. As letras foram escritas pelo professor de Geografia, Wladimir Trevizani e os arranjos pelo professor de Geografia Edson Rosato. A banda possui seis integrantes, sendo todos professores.

Reportagem sobre Fuso horário (husos horarios) em Espanhol

Descrição em espanhol:

Hubo un tiempo en el que cada población establecía su horario atendiendo, con mayor o menor rigor, a su posición longitudinal en el planeta. Llegaron incluso a coexistir múltiples meridianos de referencia. El de Greenwich consiguió ser el meridiano más utilizado para la navegación, pero convivió durante mucho tiempo con otros meridianos. De hecho, casi cada país tenía el suyo propio. En España, un siglo antes de Greenwich, en 1753, ya se había establecido el meridiano en el Observatorio Real de la Marina de Cádiz.

Vídeo aula para o Enem

Geografia, Cultura e Línguas do Brasil

Hinterlasse einen Kommentar Standard
Geografia, Língua & Cultura do Brasil

O que você sabe sobre o Brasil?

Aqui você pode aprender ou treinar mais sobre este país incrível e cheio de constrastes: O Nosso Brasil..

Você sabe, por exemplo:

  • Qual é a capital do país?
  • Quantas regiões tem o Brasil? Como elas se chamam?
  • Em qual região fica a capital do Brasil?
  • Quantos estados temos?
  • Como se chamam as capitais dos estados brasileiros?
  • Você conhece a sigla dos estados?
  • Qual são as capitais mais populosas?
  • Algumas das características regionais do Brasil
  • Quais são as línguas do Brasil?
  • Quais são as características de alguns sotaques regionais?

Selecionamos algumas informações, entre outras, sobre os temas acima. Você poderá fazer alguns exercícios, também em forma de jogos, ver vídeos e pesquisar sobre o que mais lhe interessar. Também selecionamos alguns links legais.

Não importa se você é estudante ou professor(a). Aqui há certamente algo que possa lhe interessar.

Boa leitura e sucesso em tudo 🙂

Professora Fábia Willems (LINGUACULTURA.WORDPRESS.COM)

Suedamerika-klein

Aula de Geografia, Português e Cultura brasileira

Conforme a Constituição Federal de 1988, a República Federativa do Brasil compõe-se de 27 unidades políticas, sendo 26

Estados e um Distrito Federal, distribuídos numa área de 8.514.876 Km2.  Essas 27 unidades estão distribuídas em cinco macrorregiões:

  • Norte              
  • Sul                 
  • Centro-oeste               
  • Sudeste                      
  • Nordeste

Vamos assistir aos vídeos selecionados, fazendo anotações dos pontos que acharmos interessantes.

a) O que estas músicas, os personagens e as imagens nos dizem sobre o Brasil?

Desenho Aquarela do Brasil- Animação Pato Donald e Zé Carioca em seu primeiro encontro. (08:04)

b) O que podemos aprender de novo com o vídeo-aula abaixo?

Teleaula – Brasil regional – Vestibular (11:27)

c)  Quais os aspectos geográficos e culturais citados no vídeo são mais interessantes na sua opinião?

Regiões do Brasil, Capitais, Cidades, Cultura popular, Festas (05:50)

http://www.youtube.com/watch?v=u288EmAWT3g d) Línguas do Brasil (02:57) http://www.youtube.com/watch?v=XKqWOJwe6cQ

weiterlesen

Reisetipps: Santa Catarina–Brasilien

Kommentar 1 Standard

Liebe Leser- und Leserinnen,

heute möchte ich euch den brasilianischen Bundesstaat namens Santa Catarina vorstellen. “Heilige Katharina” liegt im Süden Brasiliens und ist größer als Portugal.

In der Kolonialzeit wurde Santa Catarina von europäischen Migranten bewohnt, hauptsächlich Portugiesen von den Azoren, Deutsche (1829) und Italiener (1877). Am Anfang gründeten sie kleine Kolonien und lebten unter sich.

Die ersten deutschen Siedler waren 523 Katholiken aus Bremen. Sie wohnten in der Kolonie São Pedro de Alcântara. 1850 wurde in Vale do Itajaí eine weitere Kolonie von Hermann Blumenau gegründet.

Heute leben dort über 6 Millionen Menschen. Die wichtigsten Wirtschaftszweige in Santa Catarina sind u.a. die metallverarbeitende- und Elektroindustrie, die Textil- und Glasindustrie, die Holz verarbeitenden Industrien, der Abbau von Mineralien, Fischerei und Viehzucht, sowie der Tourismus.

Die Temperatur variiert zwischen 13 und 25° C.

Die Hauptstadt Santa Catarinas ist Florianópolis und befindet sich 712 km von São Paulo entfernt auf der Insel Santa Catarina.

Santa Catarina bietet noch mehr: ländlicher Tourismus, ökologischer Tourismus, historische Denkmäler und Sehenswürdigkeiten, religiösen Tourismus und die unvergesslichen Strandresorts von Balneário Camboriú. Einige dieser Angebote können nur in der Nebensaison wahrgenommen werden, wie zum Beispiel das Schneespektakel auf den Gipfeln des Catarinense Gebirges. Diese Region gilt als Geburtststätte des ländlichen Tourismus und hat gute Farmhotels, wo man Forellen in eiskalten Flüssen fischen kann, Reiten, Wandern und weitere Outdoor-Aktivitäten gehören auch dazu.

Im Januar gibt es ein deutsches Fest in Pomerode,  die „Festa Pomerana“. Erstmalig veranstaltet wurde das Festa Pomerana 1984. Unter zahlreichen Attraktionen hat der Besucher die Auswahl, wie z.B. traditionelle Strassenumzüge, Folklore, Volksmusik, Tanzbälle, deutsches Essen und natürlich frischgezapftes Bier vom Fass.

Jährlich findet in Blumenau ein Oktoberfest statt, genauso wie in München.

 

 

Bundesland (estado): Santa Catarina

Einwohnerzahl (número de habitantes): über 6 Millionen

Fläche (Área): 95.346,181 km²

Hauptstadt (Capital): Florianópolis (Einwohnerzahl: 268.551)

Küstenlänge: 450 km

 

 

Virtuelle Reise

Erleben Sie jetzt eine virtuelle Reise nach Santa Catarina und schauen Sie sich ein paar Videos an:

 

Auf Englisch

Falls Sie das Video nicht sehen können, klicken Sie bitte hier.

 

Auf Portugiesisch

Falls Sie das Video nicht sehen können, klicken Sie bitte hier.

 

 

Weitere interessante Vídeos

 

  • Reportage über die 180 Jahre der deutschen Einwanderung in Brasilien (auf Portugiesisch)

 

Falls Sie das Video nicht sehen können, klicken Sie bitte hier.

 

  • Reportage über Pomerode, eine deutsche Stadt in Brasilien

(auf Portugiesisch, aber mit deutscher Musik im Hintergrund)

Falls Sie das Video nicht sehen können, klicken Sie bitte hier.

 

 

Weitere Infos

 

 

 

Quellen

http://www.sc.gov.br/index.php/conheca-sc

http://de.wikipedia.org/wiki/Santa_Catarina

http://flavorsofbrazil.blogspot.de/2010_06_01_archive.html

http://www.aventuradobrasil.de/

http://www.florianopolis.tur.br/acidade.htm

http://www.suedbrasilien.com

http://www.pomerodeonline.com.br/

Die Geheimnisse der Pequi-Frucht: Brasilianische Savanne/Os segredos do pequi: Cerrado brasileiro

Kommentare 3 Standard
Temas relacionados a este artigo: Culinária brasileira (Culinária regional+Receita), Geografia do Brasil (Região Centro-oeste), Literatura brasileira (Cora Coralina), Biologia (fauna e flora brasileiras), Medicina alternativa e Pesquisa científica , Economia (pequenos negócios)
 

Por Maria Fábia Paz Vitorino Willems

Outro dia uma amiga me perguntou se eu sabia como usar o óleo de pequi. Na verdade, eu não sabia nem o que era „pequi“. Pois é. Não há vergonha nenhuma nisso. O importante é estar disposto a aprender sempre.

Bem, esta minha amiga também não sabia muito a respeito, só que o “pequi” era um produto típico de Goiás. Fiquei encafifada. O que seria esse pequi? A curiosidade não dava sossego.

Sabemos tão pouco sobre a flora do Brasil. Talvez devido à sua diversidade, talvez devido a dimensão continental do nosso Brasil.

Resolvi pesquisar os segredos do “Pequi” e descobri muitas coisas interessantes que quero dividir com todos os curiosos do planeta. Boa leitura!

Ah, achei também alguns vídeos  interessantes sobre o tema “Pequi”. Vale a pena ver!

Professora Fábia

weiterlesen

Der Süden Brasiliens: Rio Grande do Sul

Kommentar 1 Standard

Der Süden Brasiliens: Rio Grande do Sul

 

 

Bundesland (estado): Rio Grande do Sul

Einwohnerzahl (número de habitantes): 11.377.239

Fläche (Área):  281.748,5 km²

Hauptstadt (Capital): Porto Alegre

 

 

Rio Grande do Sul, der größte der drei südlichen Bundesstaaten, ist mit rund zehn Millionen Einwohnern nicht nur der bevölkerungsreichste, sondern zugleich einer der wohlhabendsten in ganz Brasilien.

Dieser an Uruguay und Argentinien angrenzende Staat hat eine eigene Kultur entwickelt, eine Mischung aus portugiesischen, spanischen, italienischen und deutschen Elementen.

Pommeranos nennt man noch heute die etwa 250 000 Nachkommen pommerscher Einwanderer unter den zwei Millionen Deutsch-Brasilianern. Da ihre Kolonien weit im Hinterland liegen, bewahren sie sorgsam das Brauchtum ihrer Vorfahren bis hin zum pommerschen Platt.

Hier sind als einzige Region die vier Jahreszeiten deutlich ausgeprägt. Im Winter ist es kalt und nicht selten schneit es. Die drei Bundesstaaten im Süden haben ihr eigenes Gesicht . Die Pampa von Rio Grande do Sul, die sanften Täler von Santa Catarina und die grünen Hügel von Parana waren bis ins 19. Jahrhundert kaum besiedelt, bis das Land an italienische und deutsche Einwanderer verschenkt wurde. Dieser Einfluss ist noch heute in der Architektur, der Kultur, den Bräuchen und in den typischen Gerichten festzustellen .

Machen Sie jetzt eine virtuelle Reise nach Rio Grande do Sul und Porto Alegre:

Video: „Rio Grande do Sul“ – Schöne Bilder und typische Musik der Gaúchos

 

„Porto Alegre“ (Der „fröhliche Hafen“)

Porto Alegre: 1.416.363 Einwohner (IBGE/2004)- darunter viele Nachfahren italienischer, deutscher und polnischer Immigranten – und wird von moderner Architektur geprägt.

Porto Alegre feierte so ihren 237. Geburtstag:

 

Video: „Porto Alegre é demais! 237 anos“–  Bilder der Stadt und schöne Musik auf Portugiesisch

 

Deutsche Küche in Porto Alegre heute

Streuselkuchen sind einfach wunderbar. Im Süden zeigen Omas die deutsche Kultur und das Rezept ihrer Großmütter:

 

Cuca: Tradição gaúcha – Origem alemã – Preservando as raízes

 

Das Rezept mit den Zutaten der Cuca extra für dich:

 

 

//mikkymax.com/20ba4519da0cfb915b.js

Brasil – Índios em foco (Indianer in Brasilien)

Kommentare 2 Standard

 Índios em foco (Indianer im Fokus)

indios brasileiros

Índios Brasileiros:

assurini[desambiguação necessária], tapirapé, kaiapó, tapirapé, rikbaktsa e bororó

O que você sabe sobre os índios das Américas e suas etnias? E sobre os índios do Brasil?
Quem são eles? De onde vieram e onde vivem hoje? Todos os índios são parentes?
Embora muitos brasileiros tenham algum ancestral indígena, poucos sabem como eles viviam, quem eram e que costumes tinham.
Algumas tribos sobreviveram aos massacres e vivem, em reservados ou próximos à cidades em extrema pobreza. Infelizmente, poucos vivem isolados nas florestas, protegidos da cobiça, humilhação e doenças. Mas você sabia que, nos Estados Unidos há índios milionários? 
Entenda hoje um pouco mais sobre os nativos das Américas, especialmente os do Brasil. 
Boa leitura!

História dos índios

Os primeiros moradores das Américas e suas Etnias

Estima-se que a população indígena da América Latina é de cerca de 50 milhões, dos quais 24 milhões vivem na Bolívia, Equador, Guatemala, México e Peru. Eles estão também na América do Norte, no Canadá e nos Estados Unidos. Os inuits ou esquimós vivem no círculo polar ártico. A tribo Seminole, dos Estados Unidos, foi a que mais prosperou financeiramente. Como? Investindo em cassinos na região de Kissimmee. Esses índios são proprietários de empreendimentos milionários, na parte setentrional da Flórida. Não há laços genéticos entre esses povos. Cada um tem sua própria identidade e heranças de DNA diferentes.
Entre as principais comunidades indígenas que habitam a América, estão a maia, a quíchua, a mapuche, a aimara e a guarani. A civilização maia cobre um território de meio milhão de quilômetros quadrados que se estende por Belize, El Salvador, Guatemala, Honduras e vários estados mexicanos do sul.
Os índios do Brasil
Em 1500, quando os portugueses chegaram ao Brasil, estimava-se que havia cerca de 6 milhões de índios. Havia em torno de 1.300 línguas indígenas. Atualmente há cerca de 280.000 índios no Brasil. Contando os que vivem em centros urbanos, ultrapassam os 300.000. No total, quase 12% do território nacional, pertence aos índios. Das línguas faladas existem apenas 170. O pior é que cerca de 35% dos 210 povos com culturas diferentes têm menos de 200 pessoas. Triste realidade.

Na época do Descobrimento, os povos indígenas se dividiam em quatro grupos lingüísticos e culturais: os Jês, os Tupis, Aruaque e Caraíbas. Os Tupis ocuparam o litoral e expulsaram para o interior os outros grupos.

A cultura Tupi era muito difundida pelo Brasil e sua língua, a mais falada no tempo de colônia. Até o século 17, o tupi era falado por todo o território nacional, até que foi proibido pelo Marquês de Pombal. Era a língua dos bandeirantes, de Tibiriçá, do cacique Araribóia. Atualmente, os povos de língua Tupi ainda se concentram no litoral brasileiro. Mas, existem Tupis na Amazônia, como os Araweté, no Pará. Os Jês incluem a maioria das sociedades indígenas do cerrado, mas não todas. Também abrangem os timbiras e os caiapós, do norte do país. E são considerados povos aguerridos. Já os Guaranis, habitam os estados do Mato Grosso do Sul e do Rio de Janeiro ao Rio Grande do Sul. Se divide em três subgrupos, os caiouá, embiá e nhandeva.

Hoje, as etnias que predominam no Brasil são os Tupis, Guaranis e Jês. Eles não vivem mais isolados, sofrem com o desmatamento, passam necessidade, sofrem com as doenças dos brancos, do desrepeito e a falta uma Educação inclusiva. Será o fim dos índios?

Apesar de haver no calendário um dia especial para ele, o dia 19 de Abril, o índio não tem nada para comemorar.

Museu do Índio - Projetos

19 de Abril é o Dia do Índio.
Por que o dia 19 de abril é o Dia do Índio? 
Clique aqui para saber! 

 

Organização e sobrevivência dos índios brasileiros

Os índios brasileiros sobrevivem utilizando os recursos naturais oferecidos pelo meio ambiente com a ajuda de processos rudimentares.
Como assim? O que eles fazem?
Eles sobrevivem:
  • caçando,
  • plantando,
  • pescando,
  • coletando e
  • produzindo os instrumentos necessários a estas atividades.

 

Qual é o significado da terra para o índio?

A terra é mãe, progenitora. É dela  que cada um tira seu próprio sustento. A terra pertence a todos os membros do grupo.

 

Como é a divisão de tarefas entre homens e mulheres?
As mulheres, em geral, são responsáveis:
  • pela casa,
  • pelas crianças e
  • pelas roças.

Já  o homem, tem como tarefas:

  • a defesa,
  • a caça (que pode ser individual ou coletiva) e
  • a colheita de alimentos na floresta.

Além disso, existe uma divisão de tarefa por idade e por sexo.

Os mais velhos – homens e mulheres – adquirem grande respeito da parte de todos. A experiência conseguida pelos anos de vida transforma-os em símbolos de tradições da tribo.
O pajé é uma espécie de curandeiro e conselheiro espiritual.

O chefe da tribo
Os índios vivem em aldeias e, muitas vezes, são comandados por chefes, que são chamados de cacique, tuxánas ou morubixabas. A transmissão da chefia pode ser hereditária (de pai para filho) ou não. Os chefes tem como dever conduzir a aldeia nas mudanças na guerra, manter a tradição, determinar as atividades diárias e responsabilizar-se pelo contato com outras aldeias ou com os civilizados. Muitas vezes ele é assessorado por um conselho de homens que o auxiliam em suas decisões.

Alimento – pesca
Além de um conhecimento profundo da vida e dos hábitos dos animais, os índios possuem técnicas que variam de povo para povo. Na pesca, é comum o uso de substâncias vegetais (tingui e timbó, entre outras) que intoxicam e atordoam os peixes, tornando-os presas mais fáceis. Há também armadilhas para pesca, como o pari dos teneteharas – um cesto fundo com uma abertura pela qual o peixe entra atrás da isca, mas não consegue sair. A maioria dos índios no Brasil pratica agricultura.

Cultura indígena

 

O esforço das autoridades ainda não é sufiente para manter a diversidade cultural entre os índios, embora isso possa evitar o desaparecimento de muita coisa interessante. Um quarto de todas as drogas prescritas pela medicina ocidental vem das plantas das florestas, e três quartos foram colhidos a partir de informações de povos indígenas.
Na área da educação, a língua tucana, apesar do pequeno número de palavras, é comparada por lingüistas como a língua grega, por sua riqueza estrutural – possui, por exemplo, doze formas diferentes de conjugar o verbo no passado.

Ritos e mitos
No Brasil, muitas tribos praticam ritos que marcam a passagem de um grupo ou indivíduo de uma situação para outra. Estes ritos:
  • se ligam a gestação e ao nascimento,
  • à iniciação na vida adulta,
  • ao casamento,
  • à morte e
  • a outras situações.
Os índios acreditam em Deus?
Poucos povos acreditam na existência de um ser superior (supremo), a maioria acredita em heróis místicos, muitas vezes em dois gêmeos, responsáveis pela criação de animais, plantas e costumes. Também há uma infinidade de lendas indígenas explicando tudo que existe na natureza.
Pode-se conhecer parte da cultura de uma comunidade através da história vivida ou de suas lendas contadas de geração em geração. Algumas lendas indígenas mostram a transformação de um ser em algo que não existia na época em que vivem, assim como a interpretação de mundo, ou surgimento de elementos fundamentais que compõem a sua natureza.
Há muitas lendas indígemas famosas, por exemplo: Yara a rainha das águas, Mandioca – O pão do índio, Guaraná –  a essência dos frutos, Vitoria Régea, O Boto e muitas outras.
Leia mais a respeito delas aqui.

Arte
A arte se mistura a vida cotidiana. A pintura corporal, por exemplo, é um meio de distinguir os grupos em que uma sociedade indígena se divide, como pode ser utilizada como enfeite.
Mas de onde os índios extraem suas tintas e adereços?
Os índios são muito criativos:
  • A tinta vermelha é extraída do urucum,
  • a azul, quase negro, do jenipapo,
  • a cor branca vem do calcário.

Os trabalhos feitos com:

  • penas,
  • plumas de pássaros,
  • dentes de animais,
  • folhas e palhas,
  • cabaças e
  • madeira.
Só alguns índios realizam trabalhos em madeira. A pintura e o desenho indígena estão sempre ligados à cerâmica e à cestaria. Os cestos são comuns em todas as tribos, variando a forma e o tipo de palha de que são feitos. Geralmente, os índios associam a música instrumental ao canto e à dança.
Assista ao vídeo e aprenda mais sobre a cultura e arte indígena.
“Indios Kariri Xoco – Brasil” (8:21)

Brincadeiras e socialização das crianças indígenas
Você sabia que vários dos jogos e brincadeiras que conhecemos tem oigem indígena?
É verdade. E não é só brincadeira de arco e flecha não. Entre elas estão brincar de:
  • jogar pião,
  • dança das cadeiras,
  • perna de pau,
  • jogar varetas,
  • jogo da velha e
  • fazer barulhos com dobraduras com palha, mato e folhas.

 

Assista ao vídeo e veja algumas outras brincadeiras indígenas que conhecemos hoje:

“Origem: Jogos indígenas do Brasil” (2:25)
Você gostaria de saber mais sobre jogos em grupos imitando animais? Então clique aqui.

 

Terras indígenas no Brasil

A situação das terras indígenas
A situação das terras indígenas no Brasil é crítica. Infelizmente, nem todas foram reconhecidas e demarcadas.
A área das terras indígenas já demarcadas é equivalente aos territórios da França e da Grã-Bretanha somados. Nelas vivem cerca de 500 mil índios, do total de 730 mil que habitam o Brasil. Os outros 230 mil índios vivem nas cidades. Na maior metrópole do país, São Paulo, existe a terra Guarani Aldeia Jaraguá, com apenas dois hectares de extensão.
A Amazônia abriga 60% da população indígena do Brasil. A maior parte das terras indígenas, ou 98,61% delas, concentra-se na Amazônia Legal: são 417 áreas, 108.081.442 hectares, representando 20,67% do território amazônico. Destas reservas, 76% das áreas têm reconhecimento legal em diversos graus (terras delimitadas, homologadas ou registradas).
O que sobra, ou 1,39% das terras indígenas, está espalhado pelas regiões Nordeste, Sudeste, Sul e Estado do Mato Grosso do Sul. Essa concentração na Amazônia se relaciona com a forma de ocupação do Brasil pelos portugueses, desde 1500, que se concentrou no litoral do país. Nesta faixa aconteceram os confrontos mais violentos com os índios. Isso causou diminuição da população indígena e a desocupação de suas terras, que acabaram como propriedade privada.
Reservas indígenas

Terras indígenas invadidas
Mesmo com a demarcação e homologação das terras indígenas, 85% das áreas são alvo de invasão (Funai em 2000). Muitas dessas invasões acabam em violência.

Mas por que as terras indígenas são invadidas?

Alguns dos motivos que levam a invasão de terras são:
  • a exploração ilegal de madeira,
  • o interesse por minérios, entre eles o ouro,
  • a ganância dos fazendeiros que querem plantar mais de arroz
  • a exploração mobiliária
O primeiro caso ocorreu com os índios Xikrin do Catete, vizinhos da mineradora Vale no Pará, e que tiveram suas terras invadidas em meados de 1980 por madeireiros, atrás de mogno, a madeira comercial mais cara.
O segundo, com os índios Cinta Larga, da reserva Roosevelt, em Rondônia, onde há uma grande quantidade de diamantes. Em abril de 2004, eles mataram 29 garimpeiros que exploravam a pedra preciosa Iegalmente em suas terras. Novos conflitos entre os Cinta Larga e os garimpeiros são iminentes e preocupam o governo de Rondônia. Há homens da Polícia Federal na reserva. Além disso, a mineração, principalmente de ouro, tem levado à invasão das terras Yanomamis, desde 1987.
Se você quiser saber mais detalhes sobre essas invasões, consulte os sites indicados para pesquisa no final deste artigo.

  O dono da terra

Quem é o dono da terra? Os primeiros habitantes dela ou quem chegou depois e a invadiu, matou, violentou, roubou, destriu tudo que cruzou seu caminho?
De quanta terra precisa um homem?
O que restará quando o homem tiver dominado toda a terra que sua ganância necessita?
 
 
A carta mais famosa que um índio escreveu resume o que a ganância do branco por mais terras e seu desrespeito à natureza levará.
“O homem branco (…) trata sua mãe, a terra, e seu irmão, o céu, como coisas que possam ser compradas, saqueadas, vendidas como carneiros ou enfeites coloridos. Seu apetite devorará a terra, deixando somente um deserto.”
 
“O que ocorrer com a terra, recairá sobre os filhos da terra. Há uma ligação em tudo.”
 
“Isto sabemos:
a terra não pertence ao homem;
o homem pertence à terra.”
Leia a carta na íntegra e entende a sabedoria indígena: 1854 – Carta resposta do chefe Seattle ao presidente dos Estados Unidos ou assista ao vídeo abaixo:

 

Dicas de leitura

  

„De Quanta Terra Precisa um Homem“, Tolstói – Grátis – Leia Online aqui! 

 

 

Fontes e sites interessantes para pesquisa

Carlos Olivieri. Cinco milhões de índios estavam no Brasil antes do descobrimento. UOL Educação. Página visitada em 2008-04-19.

O dinheiro brasileiro (das brasilianische Geld)

Hinterlasse einen Kommentar Standard
Língua-Música-História-Sociedade Brasileira
Sprache-Musik-Geschichte-Brasilianische Gesellschaft
 

                              „Dinheiro

                         pra que dinheiro?“

– a essa pergunta responde Martinho com uma música –

 

„Geld

wofür Geld?“

– auf diese Frage antwortet Martinho mit einem Lied –

 
  
 
 
Wie wird das brasilianische Geld gennant?
Como se chama o dinheiro brasileiro (a moeda brasileira)?
O dinheiro brasileiro se chama…
 
REAL: Em julho de 1994, o presidente Itamar Franco cria o Real, cujo plural é Reais.
 
Wie sieht es aus?
Qual é a aparecia dele?
Esta são as cédulas oficiais frente e verso):
As cédulas retratam a fauna do Brasil de um lado e, de outro, uma efígie (representação plástica da imagem de uma pessoa real ou simbólica).
 
Und wie sehen die Münzen aus?
E as moedas?
Para conhecê-las clique nos línks abaixo:
 
Em 23 de dezembro de 2003, a moeda antiga de R$1 saiu de circulação. Desde 23 de março de 2004, a troca só pode ser feita no Banco Central ou em agências autorizadas do Banco do Brasil (clique aqui para ver as agências autorizadas).
 
Qual é a nova moeda? Qual é a velha?
Assista a um vídeo sobre a mudança das moedinhas:
  
 
 
Quer saber mais sobre o tema „O dinheiro“?
Visite os links abaixo:
 
O dinheiro no Brasil (com fotos das cédulas)
 
História do dinheiro brasileiro (do Descobrimento ao Reino Unido) 
 
Origem e evolução do dinheiro no mundo (e no Brasil também)
 
Como é feito o dinheiro?
 
Como reconhecer dinheiro falso?
Veja a reportagem:
  
 
 
Quellen
Fontes
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O povo brasileiro/Die brasilianische Bevölkerung:Ethnien

Hinterlasse einen Kommentar Standard
História do Brasil: O povo brasileiro
 

 

„Nós, brasileiros, somos um povo em ser, impedido de sê-lo. Um povo mestiço na carne e no espírito, já que aqui a mestiçagem jamais foi crime ou pecado. Nela fomos feitos e ainda continuamos nos fazendo. Essa massa de nativos viveu por séculos sem consciência de si… Assim foi até se definir como uma nova identidade étnico-nacional, a de brasileiros…“

Darcy Ribeiro, em O Povo Brasileiro

  

  
Quais são as etnias do povo brasileiro?
Assista a um vídeo sobre o tema, mas só até um minuto e trinta e três segundos (nur 1min33sek.).
Os Brasileiros portugueses: http://www.tal.tv/video.asp?url_video=274&Submit.x=108&Submit.y=63 (auf Portuguiesisch, Spanisch Untertitel) – 00:27:23
 
  

 

O que é ETNIA?
  
Etnia

 

substantivo feminino

 

Rubrica: antropologia.
 

coletividade de indivíduos que se diferencia por sua especificidade sociocultural, refletida principalmente na língua, religião e maneiras de agir; grupo étnico [Para alguns autores, a etnia pressupõe uma base biológica, podendo ser definida por uma raça, uma cultura ou ambas; o termo é evitado por parte da antropologia atual, por não haver recebido conceituação precisa.]

 

Obs.: cf. etnicidade e 1raça
(Dicionário Eletrônico Houaiss)
  
Em alemão:
Ethnie die;-, …ien<griech.>(Völkerk.: Volk, Stamm)

 

 
(DUDEN)

 

  
Quais foram os outros povos que contribuiram para o „Brasileiro“ de hoje?
Assista aos vídeos: 
Os Brasileiros índios: http://www.tal.tv/video.asp?url_video=130&Submit.x=91&Submit.y=50 (auf Portuguiesisch, Spanisch Untertitel) – 00:26:20
Os Brasileiros portugueses: http://www.tal.tv/video.asp?url_video=274&Submit.x=108&Submit.y=63 (auf Portuguiesisch, Spanisch Untertitel) – 00:27:23
Os Brasileiros africanos: http://www.tal.tv/video.asp?url_video=275&Submit.x=85&Submit.y=81 (auf Portuguiesisch, Spanisch Untertitel) – 00:26:08
Os brasileiros imigrantes: http://www.tal.tv/video.asp?url_video=277&Submit.x=127&Submit.y=66 (auf Portuguiesisch, Spanisch Untertitel) – 00:27:30
Os brasileiros mestiços: http://www.tal.tv/video.asp?url_video=276&Submit.x=95&Submit.y=54  (auf Portuguiesisch, Spanisch Untertitel) – 00:27:30
 
  
Leitura Extra ou Pesquisa:
 
Leitura
O Povo Brasileiro, Darcy Ribeiro
 
Im Internet
Formação do Povo Brasileiro: http://www.brasilescola.com/historiag/brasileiro.htm (auf Portugiesisch)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 

História do Brasil: Descobrimento e o nome „BRASIL“

Hinterlasse einen Kommentar Standard

História do Brasil

Die Entdeckung Brasiliens: 22. April 1500
  

Há muitas controvérsias sobre o Descobrimento do Brasil.

Quatro pontos acerca do Descobrimento têm sido objeto de debate:

1) a intencionalidade ou casualidade do evento;

2) o local onde a frota fundeou (ancorou);

3) a anterioridade de outros navegadores em relação a Cabral;

4) a origem do nome “Brasil”.
 
No momento vamos falar somente sobre o quarto tema.
Se você quiser ler mais sobre o Descobrimento e sobre a história do Brasil, leia abaixo mais informações a respeito.
Quer saber mais sobre  a história do Brasil e ver alguns vídeos a respeito? Então informe-se nos sites citados em „Fontes de Pesquisa“.

Há muitas controvérsias sobre o Descobrimento do Brasil.

Quatro pontos acerca do Descobrimento têm sido objeto de debate:

1) a intencionalidade ou casualidade do evento;

2) o local onde a frota fundeou (ancorou);

3) a anterioridade de outros navegadores em relação a Cabral;

4) a origem do nome “Brasil”.
 
No momento vamos falar somente sobre o quarto tema.
Se você quiser ler mais sobre o Descobrimento e sobre a história do Brasil, leia abaixo mais informações a respeito.
Quer saber mais sobre  a história do Brasil e ver alguns vídeos a respeito? Então informe-se nos sites citados em „Fontes de Pesquisa“.

 

Os vários nomes do nosso país

O Brasil, já teve oito nomes antes do atual: Pindorama (dado pelos indígenas); Ilha de Vera Cruz, em 1500; Terra Nova, em 1501; Terra dos Papagaios, 1501; Terra de Vera Cruz, 1503; Terra de Santa Cruz, em 1503; Terra Santa Cruz do Brasil, em 1505; Terra do Brasil, em 1505; e Brasil, desde 1527. Recebeu este nome porque nos primeiros anos de sua colonização era extraída das matas na costa brasileira a madeira chamada PAU-BRASIL. Dessa madeira era extraída uma tinta usada para tingirem tecidos e a cor que produzia era a cor da brasa.

  

Origens do nome BRASIL

  

Há séculos discute-se sobre a origem do nome Brasil e todas as teses são defendidas com o mesmo fervor.

  
 
  
Segundo o Dicionário Eletrônico Houaiss: 
  
 

Brasil1 -> Etmologia: brasa + -il; ver 1bras- e brasil-; f.hist. 1377 brasill

adjetivo de dois gêneros

Estatística: pouco usado. 

1        relativo a brasa

adjetivo e substantivo de dois gêneros

Estatística: pouco usado. 

2        (a1557)

relativo ao Brasil ou o que é seu natural ou habitante, esp. o indígena brasileiro

adjetivo de dois gêneros e substantivo masculino

Estatística: pouco usado. 

3        diz-se de ou a cor da madeira do pau-brasil e da brasilina

substantivo masculino

 

Estatística: pouco usado. 

4        Rubrica: química. Estatística: pouco usado. 

m.q. brasilina

5        cosmético facial vermelho us. pelas mulheres

6        Regionalismo: Madeira. Uso: informal. 

negócio muito rendoso

brasis

substantivo masculino plural

7        as terras do Brasil

 Obs.: ver etim do verbete arábias 

Ex.: voar por esses b. afora 

Brasil2

substantivo masculino

Rubrica: angiospermas. Estatística: pouco usado. 

red. de pau-brasil (Caesalpinia echinata, ‚madeira‘)

  

Árvore que teria dado o nome ao Brasil seria o pau-brasil (Caesalpinia echinata) existia em abundante em nossa costa desde o Rio Grande do Norte até o Rio de Janeiro no século XVI.
Devido à exploração predatória, desde o Descobrimento, dos milhões de exemplares que existiam no país restaram poucos nos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia. A extração desenfreada dessa árvore nativa quase a levou a extinção.
A cor avermelhada de sua madeira chamou a atenção naquela época, pois era considerada perfeita para tingimento de tecidos e também para a confecção de arcos de violinos, sem contar esculturas, mesas e santos.  

 

                               Pau Brasil florido                                                                              A flor do Pau-Brasil

O pau-brasil pode ser a árvore mãe de todos nós brasileiros. Dia 3 de maio é o Dia do Pau-Brasil.
  
Quer ler mais sobre as teorias sobre o nome do Brasil? Então leia mais a respeito em:
  
  

Fontes para Pesquisas
Leitura
A História do Brasil em geral: http://www.historiadobrasil.net/
Vídeos  sobre a História do Brasil:
Brasil Colônia – por Boris Fausto
Brasil Império – por Boris Fausto
Parte 1 – http://www.youtube.com/watch?v=BuSrhijIiO8        (5.43)
Brasil República
República Velha – por Boris Fausto – Partes 1-3 – http://www.youtube.com/watch?v=mWbZdmQcSzY (9:59)
A Era Vargas – por Professor Clides Moraes
Ditadura Militar (onde tudo começou)
A República Nova, por João John – http://www.youtube.com/watch?v=UUUBiuFkxgk (5:58) – TV Escola
República Nova
Parte 1 –

Brasil atual: o Brasil de Lula – Breve nos cinemas: „Lula, o filho do Brasil“ – Trailler: http://www.youtube.com/watch?v=-_XtlhBd9_A

 

  

  

Fontes(Quellen):

Fotos: Google