Quem traz os presentes de Natal? O Papai Noel, o Nicolau ou o Menino Cristo? (Der Weihnachtsmann, der Nikolaus oder das Christkind – Wer bringt die Geschenke zu Weihnachten?)

Kommentare 4 Standard

Por: M. Fábia P. V. Willems

weihnachen_werbringtgeschenke1weihnachen_werbringtgeschenke1aaaa

 

Quem vai trazer os presentes de Natal hoje por aí?

Aquele velhinho simpático do Pólo Norte que vem de trenó do céu. Certo? Bem, há quem diga que não e afirma que podem ser outras duas pessoas. Veja só quem são elas e tire suas próprias conclusões, aproveitando a oportunidade para aprender algumas palavras natalinas em alemão.

As crianças brasileiras acreditam no Papai Noel e que ele os observa o ano inteiro. Se forem bonzinhos receberão os desejados presentes na noite do dia 24 de dezembro.

Os pequenos portugueses também acreditam no bom velhinho que chamam de Pai Noel.
Já os alemãezinhos, dividem opiniões. Para eles há três possibilidades:

  • o Papai Noel, chamado pelos portugueses de Pai Noel ou Pai Natal (der Weihnachtsmann),
  • o Nicolau (der Nikolaus) eou m
  • Menino Jesus, também chamado de o „Menino Cristo“, em tradução livre (das Christkind).

Mas como pode isso? Entenda agora a origem desta tradição.

Vamos começar a entender quem traz os presentes para a criançada desde os tempos antigos.

 

 

O Nicolaus (der Nicolaus)

No século III, nascia o menino Nicolau na atual Turquia. Sua família era muito rica.

Quando seus pais faleceram, ele herdou a grande fortuna e resolveu dividi-la com os necessitados. Presenteava crianças pobres e ajudava moças com dotes para que pudessem se casar, fugindo assim da miséria e da prostituição. Há quem afirme que ele chegou a doar três bolas de ouro a três irmã!

Quem precisasse de ajuda, podia contar com essa boa alma. Acabou tornou-se, no século IV, o Bispo de Mira e ajudando ainda mais pessoas em desespero. Dizem que fazia até milagres.

No dia 6 de dezembro de 345, o bom Nicolau faleceu e, tempos depois, foi canonizado, tornando-se o Santo Nicolau (der Heilige Nikolaus), o padroeiro das crianças, viajantes e marinheiros (Schutzpatron der Kinder, Reisenden und Seeleute). Também tornou-se o santo padroeiro  é o da Rússia, Grécia e Noruega.

Aleksa Petrov: Russische Ikone, 1294

Ökumenisches Heiligenlexikon

 

Foi assim que ele ficou conhecido pelo mundo e o dia de sua morte escolhido para ser o dia de presentear as pessoas.

Só lembrando, neste tempo, as crianças recebiam só frutas e doces! Bem mais tarde, lá pelo século XIX é que surgiriam os presentes caros.

 

 

O Menino Cristo (das Christkind)

No século XVI, acontecia a Reforma Protestante na Alemanha. Martinho Lutero (em alemão, Martin Luther) era um monge que achava a igreja agia errado por permitir a compra do perdão de pecados, as chamadas indulgências.

Ele defendia os ensinamentos de Jesus Cristo, isto é, que a salvação não estaria à venda, já que o perdão dos pecados só poderia vir de Deus e isso só aconteceria quando houvesse um profundo arrependimento de quem o cometeu em vida. Dizia também que o ato de poder comprar o perdão para si ou para familiares mortos, que poderiam estar no inferno,  evitava atos de misericórdia para com os pobres.

Acabou escrevendo-as em 95 teses. Defendeu-as na Universidade de Wittenberg e pregando-as da porta da Igreja do Castelo de Wittenberg , sendo imprimidas e distribuída por todas as regiões.

Outros religiosos e pessoas comuns que com ele concordavam, resolveram segui-lo, fato que dividiria os cristãos europeus entre católicos e protestantes (isto é, evangélicos).

Lutero não via sentido presentear as crianças dia 6 de dezembro, uma tradição católica, por isso, mudou esta data e criou a figura do Menino Cristo (das Christkind, em alemão), inspirado no nascimento do Menino Jesus. Iniciou a entregar dos presentes (em alemão, die Bescherung) no dia 25 de dezembro por considerá-lo o Dia de Natal (der Weihnachtstag).

Mais tarde, algumas pessoas começaram misturar a imagem do Menino Jesus com a de um anjo, dando-lhe asas. Em seguida, transformaram a figura natalina uma menina com aparência de fada.

Veja só como a firma de brinquedos Playmobil ilustra a „Criança Cristo“ e o Santo Nicolaus:

http://media.playmobil.com/i/playmobil/4887_product_box_front

St. Nikolaus und Christkind – Produktnr.: 4887

 

Foi assim que a tradição se espalhou e até muitos católicos alemães começaram a dizer às crianças que é o Chritkind quem traz os presentes.

Ah… ideia de montar um Presépio também vem destes tempos.

 

 

O Papai Noel (der Weihnachtsmann)

Já o Papai Noel é uma invenção moderna e conhecido mundo afora, mas quem é ele realmente?

A figura de homem bom e presenteador popularizou-se e, no século XVII, ela apareceria até numa poesia de um alemão famoso chamado Hoffmann von Fallersleben, popularizando-se também no mundo literário.

No século XIX, o alemão Thomas Nast teria criado a figura de um Papai Noel para a revista norte-americana Harper´s Weekly 

Mais tarde, os americanos comercializaram o Natal e, por influencia de imigrantes holandeses, difundiram a entrega dos presentes já no dia 24, isto é, na Noite de Natal (Weihnachtsabend).

Depois da divulgação de muitos filmes e canções com histórias emocionantes, o mundo praticamente se americanizou.

Haddom Sandblon teve uma ideia genial de marketing em 1931 para a empresa Coca-Cola: colocar  „Santa Claus“, como eles chamam o Papai Noel, com uma roupa especial vermelha e branca.

Nikolaus von Coca-Cola-Zeichner Haddon Sundblom nach dem Vorbild von Cola-Verkäufer Lou Prentice, 1939

Santa Claus – Coca-Cola – Haddon Sundblom, Lou Prentice, 1939  The Coca-Cola Company

Ele estaria em Shopping-Centers, viria do céu em seu trenó com seus presentes e divulgaria, assim, também o principal produto da empresa. Até um caminhão vermelho todo iluminado circula hoje em dia por algumas capitais mundiais.

 

 

E você?

Quando comemora o Natal?

Em qual desses três você acredita ou acreditou um dia?

Bem, seja qual for sua resposta, não deixe de ler nossos outros artigos sobre o Natal 😉

Seja feliz e não deixe o verdadeiro sentido do Natal morrer!

Qual é ele mesmo?

 

 

DICA DE LEITURA

LERN JETZT: Frohes Weihnachtsfest in verschiedenen Sprachen(APRENDA JÁ: “Feliz Natal” em várias línguas – LEARN NOW: „Merry Christmas“ in other languages)

Kommentar 1 Bild

Queridas leitoras e queridos leitores,

Feliz Natal a todos!

Aprenda agora como desejar os melhores votos aos seus amigos e parentes em outras línguas!

EM ALEMÃO AUF DEUTSCH:

Liebe Leser und Leserinnen, 

Fröhe Weihnachten!

Lerne jetzt Weihnachtsgrüße in verschiedenen Sprachen Freunde und Verwande zu schicken!

 

 

O Natal é comemorado em muitos países mundo afora. Hoje vamos mostrar, como se diz „Feliz Natal“ em diferentes línguas. Mande seus votos a amigos e parentes em outras línguas e deixe-os de queixo caído.

Weihnachten wird in vielen Ländern auf der ganzen Welt gefeiert. Wir zeigen dir heute, wie man „Frohe Weihnachten!“ in verschiedenen Sprachen sagt. Übermittel deine Weihnachtsgrüße doch mal in einer anderen Sprache und verblüffe deine Freunde und Verwandten!

Deutsch-Portugiesisch (Alemão-Português / German-Portuguese):

  • Fröhe Weihnachten! (Bom Natal! / Feliz Natal!)
  • Fröhliche Weihnachten! (Feliz Natal!)
  • Frohes Fest! (Boas Festas!)
  • Ein gesegnetes Weihnachtsfest (Um Natal abençoado!)
  • Ich wünsche dir… Frohe Weihnachten! (Eu te desejo… Feliz Natal)
  • Ich wünsche Ihnen… Fröhliche Weihnachten! (Eu lhe(s) desejo… Feliz Natal!)
  • Ich wünschen euch… ein Frohes Fest! (Eu desejos a vocês… Boas Festas!)
  • Wir wünschen dir von Herzen… alles Liebe zum Weihnachten! (Nós desejamos a ti/você, de coração, tudo de bom neste Natal!)

Englisch – Inglês – English:

  • Merry Christmas! (Frohes Weihnachten)
  • Wishing you a wonderful Christmas! (Wir wünschen Ihnen ein wunderschönes Weihnachtsfest!)

Französisch – Francês – Français: Joyeux Noël!

Italienisch – Italiano: Buon Natale!

Spanisch – Espanhol – Spain – Español: ¡Feliz Navidad!

Schwedisch – Sueco: God Jul 

Quer aprender em outras línguas? Clique em:


How to say Merry Christmas in different languages – Créditos: EF Cursos de Línguas no Estrangeiro


Você sabia? Na Alemanha o Natal dura 3 dias. Descubra o porquê já!

Hinterlasse einen Kommentar Standard

Por: M. Fábia P. V. Willems

Weihnachten in Deutschland

 

 

Você sabia…?

No Brasil, comemoramos o Natal em dois dias: 24 e 25 de dezembro. Já na Alemanha, temos três dias para dizer „Feliz Natal!“ 😉

Descubra agora o motivo e aprenda algumas palavras relacionadas ao Natal em português- alemão!

Bom Natal para todos


 

 

Natal de 3 dias! Uau!

24.12

Noite de Natal (Heilige Abend)

A noite do nascimento de Jesus Cristo.

25.12

Primeiro Dia de Natal (Erster Weihnachtstag)

Feriado para comemorar o nascimento de Jesus Cristo.

26.12

Segundo Dia de Natal (Zweiter Weihnachtstag)

Feriado na maioria dos países europeus. Católicos, ortodóxicos, anglicanos e luteranos comemoram do Dia de Santo Estêvão, o primeiro mártir do cristianismo.

A noite de 24 de dezembro foi escolhida para simbolizar o nascimento do menino Jesus. Nela vai-se à igreja e degusta-se a ceia de Natal (das Weihnachtsmahl) logo depois.

No Brasil, costuma-se convidar toda a família, isto é, todos os parentes e até amigos próximos que, eventualmente, estejam sozinhos nesta ocasião.

Já na Alemanha, as festas são bem restritas aos pais, filhos e avós. Às vezes, os avós maternos e paternos não comemoram juntos. Neste caso, costuma-se passar a Noite de Natal na casa de um deles e o Dia de Natal na casa do outro.

Parentes de segundo e terceiro graus e amigos próximos podem até receber um convite para o segundo Dia de Natal, por exemplo, para um café da tarde (Kaffee & Kuchen), por exemplo. Afinal, já se trabalhou demais dois dias seguidos. Claro que isso não é uma regra. Nossos vizinhos, por exemplo, convidam-nos para o café da tarde no dia 25 e vimos a apresentação musical das netinhas deles antes da entrega dos presentes que „o Menino Jesus“ (das Christkind) trouxe. Isso mesmo! Não foi o Papai Noel (der Weihnachtsmann ou Nikolaus), não! É que eles são Protestantes, isto é, evangélicos. Papai Noel é coisa de católico, pois o verdadeiro Papai Noel era um Bispo que presenteva as famílias mais pobres no fim do ano ou quando esses passavam necessidade. Enfim, ele era um homem muito solidário. Para ler mais sobre o tema „Quem trás os presentes de Natal na Alemanha“, leia nosso artigo, clicando no link abaixo:

Quem traz os presentes de Natal? O Papai Noel, o Nicolau ou o Menino Cristo? (Der Weihnachtsmann, der Nikolaus oder das Christkind – Wer bringt die Geschenke zu Weihnachten?)

Nem todas as crianças recebem seus presentes de Natal (Weihnachtsgeschenke) na noite de Natal (Heilige Abend). Elas tem que esperar até o dia seguinte (Erster Weihnachtstag). Depois do almoço de Natal (Weihnachtsessen) é a entrega de presentes (die Bescherung). E eles são muitos! As netinhas dos meus vizinhos (de 4 e 8 anos) receberam boneca, jogos, vestido, camisetas, 4 jogos de meias coloridas com bichinhos, jogos de canetinhas, 2 cadernos com lantejoulas e lindos desenhos para colorir. Cada uma delas! E esses foram só os presentes dos avós paternos! Imagine a alegria delas. Parece um exagero, mas avós são avós, não é?

Ah, esqueci de contar que depois do café da tarde com direito a Kaiserschmarrn (um tipo bolo austríaco feito na frigideira) com sorvete (Eis) e chantilly (Schlagsahne), as meninas cantaram uma linda canção natalina chamada „Kling Glöckchen klingelingeling“ (significa mais ou menos: „Toque Sininho clin-clin-clin“) e o fizeram com sininhos nas mãos e acompanhadas no keyboard pela mãe. Foi muito lindo e emocionante ver essa tradição de cantar com as crianças músicas natalinas ao lado da árvore de Natal toda decorada e cheia de luzinhas brilhantes.

E você? Já passou o Natal com os alemães? Foi assim também? Conte pra gente!

Para finalizar, vamos treinar um pouco de alemão, cantando!

Créditos: Kinderlieder zum Mitsingen und Bewegen

Das Weihnachtsfest für Deutsche und Brasilianer(O Natal para alemães e brasileiros)

Kommentare 7 Standard

Por: M. Fábia P. V. Willems

 

 

Liebe Leserinnen und Leser,

Sprechen wir heute über das Thema „Weihnachten“ und wie Deutsche und Brasilianer dieses Fest feiern. Außerdem können Sie noch neue Vokabeln auf Deutsch oder auf Portugiesisch lernen, ein Quiz machen, singen, sich Videos anschauen und dazu noch ein paar Kochrezepte auch lernen.

Viel Spaß und Fröhliche Weihnachten!

 

Jetzt auf brasilianisches Portugiesisch!

Agora em Português do Brasil!

 

Queridas leitoras e queridos leitores,

Vamos falar hoje sobre o „Natal“  e sobre como alemães e brasileiros comemoram as festas natalinas. Além disso, aprender vocabulário novo em português e alemão, fazer um quiz, cantar, ver vídeos e ainda aprender algumas receitas típicas.

Divirta-se e Feliz Natal!

 

O Natal alemão segue uma linda tradição. Há mais rituais do que no Brasil e uma magia incrível, porém, isso não quer dizer que no Brasil as festas natalinas não sejam maravilhosas.

 

 

Dia 6 de dezembro: Crianças alemãs recebem presentinhos do Nicolau (der Nikolaustag)

Na Alemanha o dia 6 de dezembro é um tipo de introdução ao Natal. Comemora-se nesta data o dia de São Nicolau (Nikolaus), um homem bom que vivia em Mira e que ajudava os necessitados.

As crianças são educadas a serem boas para que recebam um presente do santo neste dia. Na noite do dia 5 para o 6, elas colocam uma botinha limpa em frente à porta que dá acesso à saída de sua casa. Na manhã seguinte, lá estão os presentinhos do Santo Nicolau: nozes (Nüsse), Tangerina (Clementinen), chocolates (Schokoladen) e algo que a criança precise para o inverno ou brinquedinhos (kleine Spielzeugen). É uma pena que, hoje em dia, algumas famílias exagerem e comprem presentes caros, como se já fosse o Natal, porque quando o Natal chega, a criança já fica mais exigente.

No Brasil, só os descendentes de europeus mais tradicionais valorizam essa tradição.

 

 

O verdadeiro significado do Natal (die wahre Bedeutung von Weihnachten)

Cristãos de todo o mundo comemoram dia 24 de dezembro o nascimento de Jesus Cristo.

papel-de-parede-tres-reis-magosO nascimento de Jesus – temastop.com

Os Reis Magos (Heilige Drei Könige) estavam lá para presentearem o menino Jesus (das Christind) neste dia. Se você quiser ler esta história detalhada, como está na bíblia, clique aqui.

 

Os preparativos para comemorar o Natal (Die Vorbereitungen)

Em todo o mundo há muito o que fazer para comemorar o Natal. A comercialização da data gera lucro para as empresas e dívidas para muitos.

Como os alemães têm um poder aquisitivo melhor e são mais controlados, o individamento nesta época do ano é menor do que no Brasil.

Festejar o Natal com sabedoria é um desafio a cada ano. Lembre-se, é melhor presentear algo simples, porém ter mais tempo para dar amor e carinho a quem se ama.

 

Os presentes: quem compra o quê (die Geschenke)

Os alemães costumam comprar presentes só para os mais próximos e, como as famílias são menores que no Brasil, pode-se gastar menos. Há quem se conforme com presentes simples ou um cartão com um bônus (Gutschein) de uma loja. Principalmente os idosos preferem presentear dinheiro, colocando-o dentro do cartão de Natal (Weihnachtskarte).

Como todos os anos, institutos de pesquisa revelam o que os alemães gostariam de receber do Papai Noel (Weihnachtsmann) ou melhor dizendo, do Menino Jesus (Christkind), já que é ele quem realmente traz os presentes segundo os protestantes.

Veja agora o que os alemães gostam de receber de presente no Natal, segundo o site immonet.de

  • dinheiro (Geld): 30%,
  • produtos eletrônicos (elektronische Geräte):19% ,
  • livros (Bücher): 18% ,
  • roupas (Kleider): 14%,
  • móveis e objetos de decoração (Möbel und Dekoration/Innenausstattung): 11%.

Mas, dia 24 vem a surpresa, debaixo da árvore de Natal aparecem eles, os campeões de vendas na Alemanha:

  • os livros (36%),
  • eletrônicos (30%) e
  • dinheiro (30%).

Surpreendente é que 40 % dos alemães não deseja nada para Natal. Isso pode estar relacionado com a decepção de receber aquilo que não se gosta.

Imagine que 21% realmente não compra nenhum presente para o Natal, mas isto pode estar relacionado ao fato de muitas pessoas morarem sozinhas, não terem filhos ou familiares nas proximidades.

Já no Brasil, parece que temos a obrigação de comprar presentes caros para fazermos felizes a quem amamos e, como amamos muitas pessoas, a lista de presentes é infinita. Pena que nosso cheque especial e o cartão do banco tenham limite.

Nos dois países, as crianças (die Kinder) sempre saem ganhando. A cada ano, os pais e avós (Eltern und Großeltern) se superam, quanto ao tamanho e o valor dos presentes. Brinquedos e eletrônicos estão no topo da lista.

Os presentes de Natal costumam ser colocados em baixo da árvore de Natal (Weihnachtsbaum), porém no Brasil, nem todos o fazem e os motivos são os mais diversos.

Veja agora a mais famosa Árvore de Natal do Rio de Janeiro. Ela virou atração turística e sempre surpreende a todos.

Der Weihnachtsbaum 2013 – RJ – Brasilien

 

 

A entrega dos presentes (die Bescherung)

Na noite de Natal (Weihnachtsgeschenke) são entregues na Noite de Natal num momento especial. No Brasil, nem sempre se faz assim. Muitas pessoas gostam de entregar os presentes assim que chegam à residência do familiar e/ou amigo(a). Costuma-se presentear pais, filhos, avós e também fazer um amigo secreto (Wichteln), principalmente quando as famílias são enormes, assim ninguém fica sem uma lembrancinha (eine Kleinigkeit).

 

A Ceia de Natal: Dia 24 de Dezembro (das Weihnachtsmahl)

Organizar uma Ceia de Natal é uma maratona no Brasil, principalmente para as mulheres, pois são elas, na maioria das vezes, que soam muito na cozinha neste dia.

A ceia tem que ser sempre digna de um rei e toda sua corte, o que os alemães acham um exagero. Fazem parte do cardápio brasileiro natalino (Brasilianische Speisekarte zum Weihnachten):

  • Peru (Pute),
  • Chester (Cestrian: Geflügel aus Amerika) ou
  • pernil (geräucherter Schinken) com
  • farofa (Beilage aus Manioksmehl, Zwiebel und Butter mit Fleisch, Eier und/oder Gemüse),
  • frutas (Obst),
  • arroz (Reis),
  • batatas (Kartoffeln),
  • diversas saladas (verschiedene Salate),
  • doces (Süßigkeiten),
  • pudim de leite (Milchpudin mit Karamel),
  • bebidas (Getränke), como Caipirinha, batidas (Coktails), cerveja (Bier), vinho (Wein), sucos (Säfte) e água (Wasser), claro.

Já a maioria dos alemães se conforma, nesta noite, com

  • salsicha (Wurst) e
  • salada de batatas (Kartofflsalat) ou
  • chucrute (Sauerkraut) e
  •  pão (Brot).
  • cerveja (Bier),
  • vinho (Wein),
  • suco de maçã (Apfelschorle),
  • refrigerantes (Erfrischungsgetränke) ou
  • água (Wasser).

 

Dia 25 de dezembro: No primeiro dia de Natal (Erster Weihnachtstag)

Vinte e cinco de dezembro é dia de um almoço mais especial na Alemanha. Já no Brasil, almoça-se, muitas vezes o que sobrou da ceia da noite anterior, jáque se preparou alimentos para um batalhão.

Algumas famílias alemãs gostam de servir ganso ou pato assado (gebratene Gans oder Ente), acompanhados de batatas cozidas cobertas com manteiga derretida (Butterkartoffeln) ou bolinhas feitas com batata ou pão (Knödel), repolho (Kohl) ou Couve (Kraut), nozes (Nüsse) e frutas secas (getrocknete Obst). Ficou com vontade? Aqui você pode ver  algumas receitas de ganso assado à moda alemã.

daf_weihnachts-gans-mit-honig-glaciert_5916Ganso de Natal (Weihnachtsgans) – Foto: kochrezepte.at

 

 

Dia 26 de dezembro: Segundo Dia de Natal (Zweiter Weihnachtstag)

Ao contrário do Brasil, comemora-se o na Alemanha o segundo dia de Natal. E aí que a comilança em família continua com um novo prato delicioso. Ah, seja qualquer for o dia, na hora do café da tarde (chamada de Kaffee und Kuchen) é a hora do Bolo de Natal (Stollen) ou dos Biscoitinhos de Natal (Weihnachtskekse).

daf_stollen_chefkoch_deStollen – Foto: Chefkoch.de

 

 

Canções natalinas (Weihnachtslieder)

Há lindas canções natalinas mundo afora. Seguem abaixo canções de Natal tradicionais na Alemanha e as mais cantadas no Brasil também:

 

 

Dicas de Natal (Tipps zum Weihnachten)

 

 

Quiz de Natal em alemão (Weihnachtsquiz auf Deutsch)

O que você sabe sobre o Tema „Natal“? Teste seus conhecimentos! (Was wissen Sie über das Thema „Weihnachten“? Testen Sie Ihr Wissen!) – Em alemão

 

 

  1. http://www.letbw.de/Weihnachtsquiz.
  2. http://www.lehrer-online.de/728441.php?sid=71891765550200603032301530153200doc

 

 

Dica de leitura (Lesetipps)

 

 

Wie feiern die Brasilianer Weihnachten? (Como os brasileiros comemoram o Natal?) – Artikel von Fábia Willems, in Deutsch.

Das Weihnachtsprojekt von der Post bewebt das ganzen Land um arme Kinder ein Weihnachtswunsch zu erfühlen. – Artikel von Fábia Willems, in Portugiesisch.

Treine seu vocabulário e descubra a origem dos termos natalinos em várias línguas. Artikel von Fábia Willems, in Deutsch.

 

 

Dica de Vídeos (InteressanteVideos)

  • A verdadeira história do Natal (Die Wahre Weihnachtsgeschichte)

 

  • Receitas típicas (Typische Kochrezepte)

 

Weihnachtstruthahn-Rezept aus Brasilien (in brasilianisches Portugiesisch)

Aprenda com Edu Guedes a preparar Peru natalino

 

 

 Fleischpflanzerln (Frikadellen) mit hausgemachten Kartoffelsalat (em alemão)

Bolinho de carne alemão com a típica salada de batatas

 

 

Fontes e sites interessantes (Quellen und interessante Links)

 

MINUTO POÉTICO: „Pegadas na Areia“ em português, alemão e inglês! (Lerne jetzt „Spuren im Sand“ in Portugiesisch, Deutsch & Englisch! – Lern now: „Footprints in the Sand“ in portuguese, german and english!)

Kommentare 6 Standard

 Por: M. Fábia P. V. Willems

“Pegada na areia” é uma mensagem de paz e esperança cheia de poesia. Ela inspirou muitos artistas e também virou música. Seguem abaixo algumas versões famosas para você. Veja nossas Dicas de Leitura e aproveite mais esta  oportunidade para treinar seu português, inglês ou alemão. Primeiramente veja os vídeos, tentando entender a música. Em seguida, ouça novamente a canção, vendo sua letra. Tente cantar também e treine sua pronúncia. Destacamos os verbos usados para você identificá-los melhor e descobrir o tempo usado. Boa sorte em tudo. Muita paz e muito amor para todos nós. 🙏

Pegadas na areia (Spuren im Sand) – Versão original

Pegadas na Areia – Cid Moreira – Álbum Agora Vale a Vida – Believe Music (em nome de Paulinas-Comep)

Uma noite eu tive um sonho…
Sonhei que estava andando na praia com o Senhor, e através do céu passavam cenas da minha vida.

Para cada cena que se passava percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia: um era o meu e o outro era do Senhor.

Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que, muitas vezes, no caminho da minha vida, havia apenas um par de pegadas na areia.

Notei, também, que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver.
Isso aborreceu-me deveras, e perguntei então ao Senhor:

– Senhor, Tu me disseste que, uma vez que eu resolvi Te seguir, Tu andarias sempre comigo em todo o caminho, contudo notei que , durante as maiores tribulações do meu viver, havia na areia dos caminhos da vida apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo. Por que, nas horas que eu mais necessitava de Ti, me deixaste sozinho?

O Senhor me respondeu:

– Meu querido filho, jamais eu te deixaria nas horas de tua prova e do teu sofrimento. Quando viste, na areia, apenas um par de pegadas, eram as minhas. Foi exatamente aí que Eu te carreguei nos braços…“

Footprints (c) 1964 Margaret Fishback Powers

VERSÕES MUSICAIS

Em Português

  1. De Duduca e Dalvan: “Rastros Na Areia” (sem texto)
  2. De Chirtãozinho e Xororó : “Rastros Na Areia” (com texto)

http://www.youtube.com/watch?v=ELSNEfMqBpk

Música „Pegadas na Areia“ com Chitãozinho, Xororó e Roberta Miranda, confeccionado por Angela I. F. P. de Paula

O sonho que tive esta noite

Foi o exemplo de amor

Sonhei que na praia deserta

Eu caminhava com Nosso Senhor

Ao longo da praia deserta

Quis o Senhor me mostrar Cenas por mim esquecidas

De tudo que fiz nesta vida

Ele me fez recordar

Cenas das horas felizes

Que a mesa era farta na hora da ceia

Por onde eu havia passado

Ficaram dois pares de rastros na areia

Então o Senhor me falou

Em seus belos momentos passados Para guiar os seus passos

Eu caminhava ao seu lado

Porém minha falta de fé

Tinha que aparecer

Quando passavam as cenas

Das horas mais tristes de todo meu ser

Então ao Senhor reclamei

Somente meu rastro ficou

Quando eu mais precisava

Quando eu sofri e chorava

O Senhor me abandonou

Naquele instante sagrado

Que ele abraçou-me dizendo assim

Usei a coroa de espinhos

Morri numa cruz e duvidas de mim

Filho esses rastros são meus

Ouça o que vou lhe dizer

Nas suas horas de angustias

Eu carregava você

Em alemão (com texto)- deutsche Version (mit Text)

Siegfried Fietz – ‚Spuren im Sand‘ aus Spuren im SandABAKUS Musik

Eines Nachts hatte ich einen Traum:
Ich ging am Meer entlang mit meinem Herrn.
Vor dem dunklen Nachthimmel erstrahlten,
Streiflichtern gleich, Bilder aus meinem Leben.
Und jedesmal sah ich zwei Fußspuren im Sand,
meine eigene und die meines Herrn.
Als das letzte Bild an meinen Augen vorübergezogen
war, blickte ich zurück.

Ich erschrak, als ich entdeckte,
dass an vielen Stellen meines Lebensweges nur eine Spur zu sehen war

Und das waren gerade die schwersten
Zeiten meines Lebens.

Besorgt fragte ich den Herrn:
“Herr, als ich anfing, dir nachzufolgen, da hast du
mir versprochen, auf allen Wegen bei mir zu sein.
Aber jetzt entdecke ich, dass in den schwersten Zeiten meines Lebens nur eine Spur im Sand zu sehen ist.
Warum hast du mich allein gelassen, als ich dich am meisten brauchte?”

Da antwortete er:
“Mein liebes Kind, ich liebe dich und werde dich nie
allein lassen, erst recht nicht in Nöten und Schwierigkeiten.
Dort wo du nur eine Spur gesehen hast,
da habe ich dich getragen.”

Em inglês – Footprints in the sand

Footprints in the Sand with lyricsCharity Cabanas

One night I dreamed a dream.
As I was walking along the beach with my Lord.
Across the dark sky flashed scenes from my life.
For each scene, I noticed two sets of footprints in the sand,
One belonging to me and one to my Lord.

After the last scene of my life flashed before me,
I looked back at the footprints in the sand.
I noticed that at many times along the path of my life,
especially at the very lowest and saddest times,
there was only one set of footprints.

This really troubled me, so I asked the Lord about it.
„Lord, you said once I decided to follow you,
You‚d walk with me all the way.
But I noticed that during the saddest and most troublesome times of my life,
there was only one set of footprints.
I don’t understand why, when I needed You the most, You would leave me.“

He whispered, „My precious child, I love you and will never leave you
Never, ever, during your trials and testings.
When you saw only one set of footprints,
It was then that I  you.“

Fontes (Quellen)

Palavras africanas no Português do Brasil

Hinterlasse einen Kommentar Standard

Você sabia que há muitas palavras africanas no Português que falamos no Brasil? Elas estão presentes nos diferentes espaços da cultura brasileira. Mas como isso será que isso aconteceu? Que palavras são essas? Você vai se surpreender!

DICAS PARA NATIVOS OU ESTUDANTES DE PORTUGUÊS, COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA NÍVEL: B1-C2

Tipps für Muttersprachler oder für jeden, der Portugiesisch als Fremdsprache lernt.

Estima-se que, entre os séculos XV e meados do XVIII, foram trazidos dezoito milhões africanos para o Brasil. Chamamos esta época de Período Colonial. Nele, seres humanos foram escravizados, torturados, desrespeitados de todas as formas ou mortos. A ganância da coroa portuguesa e de seus colonos não tinha limites. Leia mais sobre os Navios Negreiros aqui!

Em 1888, a princesa Isabel, enquanto substituia o pai que viajava pela Europa, assinou a Lei Áurea, abolindo assim, pelo menos oficialmente, a escravidão no Brasil. Em 15 de novembro de 1889, houve um Golpe Militar e a República foi proclamada e o Imperador Dom Pedro_II teve que ir para o exílio com sua família.

A população negra, liberta, não tinha direitos, nem políticos e muito menos à Educação. Era discriminação total. Racismo puro.

O Brasil de hoje é o país com mais descendentes africanos fora da África – 54% da população é afro-descendente, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/2016). Uma população que ainda luta por direitos iguais. Novas leis criminalizam o racismo, porém ainda há muito a fazer em relação aos Direitos Humanos para todos os brasileiros, independente da raça, cor ou religião.

A herança cultural e linguística vinda dos povos africanos enriquece a língua portuguesa e fazem parte do cotidiano de todos os brasileiros. Veja alguma delas abaixo:

Abadá: originário da línga iorubá e utilizada para se referir às batas/túnicas brancas vestidas em rituais religiosos. Hoje em dia, a palavra é conhecida por se referir à camiseta de carnaval recebida na compra do ingresso para blocos de rua na Bahia.

Amas de leite: escrava que amamentava os filhos de seus senhores

Acarajé: do iorubá akarà-jẹakara (bolo de feijão) + ije (comida). É prato africano e afro-brasileiro delicioso, um bolinho feito com massa de  feijão-fradinho, cebola e sal, frito em azeite de dendê. Originalmente, é uma comida usada em ritual da orixá Iansã. Na África é chamado de àkàrà, que significa „bola de fogo“.

Axé: do iorubá àse, significa energia vital de cada ser. Na religião: Força, energia sagrada de cada orixá. Axé! Assim deseja-se felicidade a quem se cumprimenta ou se despede.A expressão muito usada na Bahia.

Babá: escrava que cuidadava dos filhos de seus donos. Hoje, profissão de mulheres negras ou brancas que cuidam das crianças de seus padrões.

Batuque: um tipo de tambor ou o nome dado à música. Pode ser também qualquer dança de origem africana, acompanhada de percussões, como o Samba.

Berimbau: do quimbundo mbirimbau, instrumento musical afro-brasileiro usado para dar a „ginga“ quando se joga capoeira.

Bobó: do jeje bobó, uma especialidade da culinária africana e afro-brasileira. É feita com feijão-mulatinho e azeite de dendê, servido com inhame ou aipim.

Borocoxô: do quicongo bolokotó. Diz-se quando uma pessoa está sem energia, sem ânimo ou triste.

Bugiganga: qualquer objeto de pouco ou de nenhum valor ou utilidade. É uma quinquilharia, bagatela.

Bunda: do quimbundo mbunda. Diz-se de uma língua falada por certas populações de Angola. No Brasil, usa-se para designar a zona das Nádegas.

Búzio: pode significar concha marinha, buzina, trompeta ou até mergulhador.

Cachaça: palavra tem origem na língua quicongo, do grupo banto (atualmente Congo, Angola e Moçambique). É uma bebida alcoólica feita de cana-de-açúcar, também chamada de água ardente ou pinga. Ela é usada no preparo do coquetel brasileiro mundialmente conhecido: a caipirinha.

Cachimbo: deriva do termo kixima de uma das línguas bantas mais faladas em Angola: o quimbundo. É um instrumento usado para fumar, normalmente, tabaco.

Caçula: Do quimbundo kazuli, que significa o último da família ou o mais novo.

Cafuné: acariciar/coçar a cabeça de alguém

Camundongo: do quimbundo kamundongo. É um rato pequeno, um ratinho.

Candomblé: a união do termo quimbundo candombe, que significa “dança com atabaques”, com o termo iorubá ilé ou ilê (casa): “casa de dança com atabaques”. É a religião de matriz africana mais praticada no Brasil. Por ter sido proibição no passado, aconteceu um sincretismo – a junção dos cultos do candomblé com o catolicismo. Até hoje, alguns católicos e praticantes do candomblé celebram juntos a lavagem de Senhor do Bonfim (no candomblé Águas de Oxalá) , Santa Bárbara (no candomblé Iansã), Nossa Senhora dos Navegantes (no candomblé Iemanjá).

Capanga: deriva do quimbundo “kappanga”, língua africana falada em Angola, e refere-se a uma pequena bolsa que se usa a tiracolo ou, por analogia, também um homem contratado como guarda-costas, que anda geralmente armado.

Capoeira: uma mistura de dança com arte-marcial criada no século XVII pelo povo escravizado da etnia banto e que se fundiu por todo o Brasil. O ritmo dos movimentos é dado através do som de instumentos musicais africano-brasileiros, cantos e palmas.

Carimbo: tem origem no quimbundo “kirimbu” ou “karimbu” e refere-se a um instrumento de metal, madeira ou borracha, que serve para marcar, geralmente, papéis de uso oficial ou particular (selo) e designa, também, a marca deixada por este mesmo instrumento.

Cochilar: do quimbundo koxila. Significa dormir por um curto tempo e de forma leve.

Cuíca: um instrumento, chamado em Angola de pwita, é semelhante a um tambor e contém uma haste de madeira interna e fixa. O som é produzido ao esfregar a haste com um pano úmido. Seu uso foi muito difundido na música popular brasileira e, por volta de 1930, passou a fazer parte das baterias das escolas de samba.

Dengo: palavra de origem banta (atualmente Congo, Angola e Moçambique) e língua quicongo tem um sentido mais profundo e ancestral: dengo é um pedido de aconchego no outro em meio ao duro cotidiano. Significa “manha”, “meiguice”, “lamentação infantil”.

Dendê: Do quimbundo ndende, óleo de palma, é popular nas culinárias africana e brasileira. O dendê é produzido a partir do fruto do dendezeiro (um tipo de palmeira originária do oeste da África) e é indispensável na cozinha afro-brasileira. Ele é utilizado em pratos como o vatapá, o acarajé e o caruru.

Escangalhar: significa desordem, confusão, destruição.

Farofa: do quimbundo “falofa”, é a farinha de mandioca ou farinha de milho escaldada ou torrada. Normalmente, ela é misturada com gordura ou na manteiga, e inúmeros ingredientes, tais como bacon, ovos, carne, legumes, por exemplo.

Fofoca: segundo a Faculdade de Letras de Lubumbashi, no Zaire, significa mexerico, bisbilhotice, dito maldoso, e tem origem banta, radicado no quimbundo “fuka”.

Fubá: da língua banta quimbundo Fuba, é uma farinha feita com milho ou arroz. Feijão e angu – creme feito apenas com fubá e água – eram a base da alimentação dos africanos e afro-brasileiros. Hoje, vários pratos e quitutes são preparados com o ingrediente, sendo o bolo de fubá o mais querido entre os brasileiros.

Foleiro: significa algo sem valor, de má qualidade ou mau gosto.

: de ginga, representa o balanço do corpo comum na Capoeira. Pode ser também designar coisa malfeita, que ameaça ruir.

Lambada: significa bater, castigar, ferir, atingir com golpe ou pancada. Designa o golpe dado com o chicote, tabica ou rebenque. Pode significar, também, o copo ou gole de uma bebida alcoólica. Lambada, representa uma dança de salão de origem amazônica.

Lengalenga: de origem angolana, do quimbundo “kulenga”, que significa correr, algo feito à pressa. Em Portugal e no Brasil, lengalenga é normalmente associado a uma conversa, fala ou narração extensa e enfadonha.

Manha: do crioulo cabo-verdiano manha, significa astúcia ou gula. Manha é a arte de conseguir o que deseja sem trabalho, com astúcia, destreza dolosa. Quando uma criança faz“manha“, significa que ela usa de alguma artimanha/ astúcia para conseguir o que se deseja.

Marimbondo: do quimbundo marimbondoma- (prefixo plural) + rimbondo (vespa). Designação dada a vários insetos himenópteros não reconhecidos como abelhas ou formigas, cujas fêmeas são munidas de um ferrão.

Missanga: do quimbundo “misanga”, plural de “musanga”, conta de vidro pequena e redonda, de louça ou massa de vidro, normalmente utilizada em bijutaria ou roupa. 

Moleque: Do quimbundo mu’leke, que significa “filho pequeno” ou “garoto”, era um modo de se chamar os seus filhos de mu’lekes. Antes da abolição da escravidão, por exemplo, designava o filho de um negro. Chamar um menino branco de “moleque” era uma grande ofensa. Atualmente, a palavra é atribuída a crianças traquinas e desobedientes, assim como para qualificar a personalidade de uma pessoa brincalhona ou que não merece confiança.

Mucamas: “escravas de estimação”. Costumavam acompanhar as senhoras (sinhás-donas) ou suas filhas (sinhás-moças) em passeios pelo campo ou cidade, além de desempenhar outras funções caseiras.

Muvuca: Mvúka, de origem banta e língua quicongo, significa aglomeração ruidosa de pessoas como forma de lazer, celebração.

Quiabo: do quimbundo kingombo. é o fruto do quiabeiro (Abelmoschus esculentus). Mesmo que muitas pessoas o considerem como um legume, o quiabo é uma fruta.

Quilombo: do quibunda kilombo. É um acampamento no mato em Angola. No Brasil, o lugar para onde os escravos fugiam, um esconderijo.

Quitanda: Do termo quimbundo kitanda, trata-se de um pequeno estabelecimento onde se vende produtos frescos, como frutas, verduras, legumes, ovos, etc.

Quitute/ quitutes: do quicongo kilute. Trata-se de iguarias, guloseimas, meiguices, petiscos, pitéus.

Samba: do quimbundo “semba”. É o nome dado ao famoso ritmo de dança afro-brasileiro.

Tanga: do quimbundo ntanga, um pano que cobre desde o ventre até as coxas. No Brasil, é uma roupa íntima, normalmente feminina pequena que dá destaque ao bumbum. Pode ser um traje de banho também parecido com um biquini.

Zumbi: do quimbundo nzumbi. É um morto-vivo, uma pessoa que morreu e ressucitou, é apenas um corpo sem alma. No Brasil, conhecemos o herói da resistência negra: o Zumbi dos Palmares. Ele foi um escravo brasileiro, que nasceu na cidade de Palmares, em Alagoas. Com a ajuda de um missionário, fugiu para a Europa, retornando ao Brasil tempos depois para lutar pela liberdade de sua gente. Zumbi tornou-se uma lenda no Nordeste, mas acabou sendo morto pelos portugueses, que cortaram sua cabeça e colocaram como exposição em uma praça pública, demonstrando que Zumbi não era um ser imortal.

Você conhece mais palavras de origem africana? Mande sua dica para nós!

Gostou do artigo? Então repasse nossas dicas para seus amigos ou alunos.

Siga-nos nas redes sociais: @ linguaculturax

16.11: Dia Internacional da Tolerância

Hinterlasse einen Kommentar Standard

Você sabia que hoje é o Dia Internacional da Tolerância?

Por que existe este dia?

Aprenda a dizer „tolerância“ em outras línguas.

Comemoramos hoje o Dia Internacional da Tolerância (Em alemão: „Internationaler Tag der Toleranz“) e, por incrível que pareça, ainda existem pessoas que não aceitam quem é, pensa ou age diferente delas. Isto é realmente muito triste.

Felizmente, na natureza nada se cria, tudo se transforma, inclusive nós. Precisamos ter esperança por dias melhores e na transformação positiva das pessoas.

Em alguns lugares do mundo há mais tolerância que em outros. Em alguns se pode viver como se gosta, dizer o que sente, ser quem relamente se é, sem precisar se esconder. Já em outros, mostrar-se é proibido, vergonhoso, pecaminoso, inaceitável, criminoso.

Para nos levar a uma reflexão sobre nossos preconceitos criou-se este dia. Será que somos realmente tão tolerantes, como falamos? Aceitamos realmente o outro como ele é, pensa e vive?

Às vezes, é realmente difícil, mas precisamos tentar discriminar menos e aceitarmos a pessoa ao nosso lado como ela é. Trocando ideias, argumentos, experiências de vida. Vamos conviver com ela, respeitá-la e aprender a amá-la desse jeitinho especial que só ela tem.

E você? Já passou por alguma situação de discriminação? Já foram intolerantes com você por algum motivo? Escreva para nós nos comentários!

DICA LEGAL

Para aprender a pronúncia correta da palavra TOLERÂNCIA em português e em outras línguas, clique no dicionário online abaixo, digite a palavra, clique na língua desejada e no símbolo do áudio para escutar:

PONS.EU

15.10: Feliz Dia dos Professores🥳 Glücklicher Lehrertag🥳Happy Teachers Day🥳Feliz Día de los Profesores👏BRASIL👏

Hinterlasse einen Kommentar Standard

Por: M. Fábia P. V. Willems

Queridas heroínas e queridos heróis do nosso Brasil,

Feliz Dia dos Professores!

Muito obrigada por seu amor e dedicação! 

Todo o nosso carinho e respeito a cada um de vocês.

Dedicamos-lhes esses lindos versos de Cora Coralina:

Uyuni Salt Flat, Bolivia  Photo by Diego Aguilar on Unsplash

ELEVAR 

Professor, “sois o sal da terra e a luz do mundo”.
Sem vós tudo seria baço e a terra escura.
Professor, faze de tua cadeira,
a cátedra de um mestre.
Se souberes elevar teu magistério,
ele te elevará à magnificência.
Tu és um jovem, sê, com o tempo e competência,
um excelente mestre.

Meu jovem Professor, quem mais ensina e quem mais aprende?
O professor ou o aluno?
De quem maior responsabilidade na classe,
do professor ou do aluno?
Professor, sê um mestre. Há uma diferença sutil
entre este e aquele.
Este leciona e vai prestes a outros afazeres.
Aquele mestreia e ajuda seus discípulos.
O professor tem uma tabela a que se apega.
O mestre excede a qualquer tabela e é sempre um mestre.
Feliz é o professor que aprende ensinando.
A criatura humana pode ter qualidades e faculdades.
Podemos aperfeiçoar as duas.
A mais importante faculdade de quem ensina
é a sua ascendência sobre a classe
Ascendência é uma irradiação magnética, dominadora
que se impõe sem palavras ou gestos,
sem criar atritos, ordem e aproveitamento.
É uma força sensível que emana da personalidade
e a faz querida e respeitada, aceita.
Pode ser consciente, pode ser desenvolvida na escola,
no lar, no trabalho e na sociedade.
Um poder condutor sobre o auditório, filhos, dependentes, alunos.
É tranquila e atuante. É um alto comando obscuro
e sempre presente. É a marca dos líderes.

A estrada da vida é uma reta marcada de encruzilhadas.
Caminhos certos e errados, encontros e desencontros
do começo ao fim.
Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
O melhor professor nem sempre é o de mais saber,
é sim aquele que, modesto, tem a faculdade de transferir
e manter o respeito e a disciplina da classe.

12.10 DIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL (Kindertag in Brasilien – Kids Day in Brazil): Poesia „O direito das crianças“, de Ruth Rocha

Hinterlasse einen Kommentar Standard
🎈 FELIZ DIA DAS CRIANÇAS🎈
 
Queridos amigos,
 
Que a criança dentro de nós esteja SEMPRE viva‼️
Cheios de esperança e brilhantes estejamsempre nossos olhinhos😀
Cheios de amor e perdão, os nossos corações.
💓+💓=💓²
 
Um forte abraço,
 
Fabinha & Mani
LINGUACULTURAX.COM
 

kindertag_br_manfabNew Phototastic Collage1

O direito das crianças (de Ruth Rocha)

O direito das crianças, Ruth Rocha [Draw my life] – Créditos: oficialibab

O Direito das Crianças


Toda criança no mundo
Deve ser bem protegida
Contra os rigores do tempo
Contra os rigores da vida.


Criança tem que ter nome
Criança tem que ter lar
Ter saúde e não ter fome
Ter segurança e estudar.


Não é questão de querer
Nem questão de concordar
Os diretos das crianças
Todos tem de respeitar.


Tem direito à atenção
Direito de não ter medos
Direito a livros e a pão
Direito de ter brinquedos.


Mas criança também tem
O direito de sorrir.
Correr na beira do mar,
Ter lápis de colorir…


Ver uma estrela cadente,
Filme que tenha robô,
Ganhar um lindo presente,
Ouvir histórias do avô.


Descer do escorregador,
Fazer bolha de sabão,
Sorvete, se faz calor,
Brincar de adivinhação.


Morango com chantilly,
Ver mágico de cartola,
O canto do bem-te-vi,
Bola, bola, bola, bola!


Lamber fundo da panela
Ser tratada com afeição
Ser alegre e tagarela
Poder também dizer não!


Carrinho, jogos, bonecas,
Montar um jogo de armar,
Amarelinha, petecas,
E uma corda de pular.


Um passeio de canoa,
Pão lambuzado de mel,
Ficar um pouquinho à toa…
Contar estrelas no céu…


Ficar lendo revistinha,
Um amigo inteligente,
Pipa na ponta da linha,
Um bom dum cachorro quente
.

Festejar o aniversário,
Com bala, bolo e balão!
Brincar com muitos amigos,
Dar pulos no colchão.


Livros com muita figura,
Fazer viagem de trem,
Um pouquinho de aventura…
Alguém para querer bem…


Festinha de São João,
Com fogueira e com bombinha,
Pé-de-moleque e rojão,
Com quadrilha e bandeirinha.


Andar debaixo da chuva,
Ouvir música e dançar.
Ver carreira de saúva,
Sentir o cheiro do mar.


Pisar descalça no barro,
Comer frutas no pomar,
Ver casa de joão-de-barro,
Noite de muito luar.


Ter tempo pra fazer nada,
Ter quem penteie os cabelos,
Ficar um tempo calada…
Falar pelos cotovelos.


E quando a noite chegar,
Um bom banho, bem quentinha,
Sensação de bem-estar…
De preferência um celinho.


Uma caminha macia,
Uma canção de ninar,
Uma história bem bonita,
Então, dormir e sonhar…

Embora eu não seja rei,
Decreto, neste país,
Que toda, toda criança
Tem direito a ser feliz!!!

Ruth Rocha

Aprenda a Oração do „Pai Nosso“ em várias línguas (Vater Unser – Our Father – Padre nuestro – Padre nostro…)

Kommentare 6 Standard

Em momentos difíceis, uma oração pode nos consolar e dar esperança: Pai Nosso! A oração mais importante dos cristãos. Com ela, diversos povos aprenderam como falar com Deus de uma forma mais simples e direta. Veja no post de hoje como orar, (ou „rezar“ se preferir) em várias línguas através de vídeos e áudios. Que Deus abençoe nossos caminhos e nos faça instrumento de sua paz. Amém!

Na bíblia, encontramos duas versões da oração do „Pai Nosso“. Podemos encontrá-las no Novo Testamento:

Dependendo da tradução, Deus é tratado de uma forma mais

  • informal („tu“) ou
  • fomal („vós“).

Você sabe quem nos ensinou esta oração? Ainda não? Pois foi Jesus Cristo, considerado pelos cristãos o Filho de Deus. Saiba mais detalhes clicando aqui!

Então vamos aprender o „Pai Nosso“ em várias línguas?

weiterlesen