Curiosidades: O Galo é o símbolo de Portugal! Mas por quê? (Kurioses aus Portugal: der Hahn als Nationalsymbol?)

Kommentare 2 Standard

Por: M. Fábia P. V. Willems

Você sabia que um dos símbolos clássicos da cultura portuguesa é um galo? Mas por que será?

Todas as lojas de lembrancinhas têm um galinho à venda, tornado-o uma das lembranças turísticas mais populares e procuradas no país. Interessante é que muitos portugueses não sabem informar o motivo da escolha do galo como símbolo de seu país. Há várias versões sobre essa escolha, porém, uma coisa é certa: tudo começou com uma lenda que fala de fé e de justiça. Neste artigo você vai entender melhor esta história.


Conhecendo Portugal e Barcelos

O município de Barcelos  foi palco de uma história fantástica e foi graças a ela que o galo virou o símbolo de Portugal.

Vejamos primeiramente onde fica Portugal. Só uma observação: A região do Algarve é muito famosa por suas lindas praias e casas de veraneio).

mapa_europa

Mais detalhadamente: Portugal com seus arquipélagos e ilhas, suas regiões e respectivas capitais.

portugal(1) estados e capitais

Barcelos: a cidade da Lenda do Galo de Barcelos fica no norte de Portugal e merece, certamente, ser visitada.

280px-LocalBarcelos.svg

Apesar de todo o progresso e das transformações inerentes ao passar dos tempos, no Centro Histórico de Barcelos, é, ainda hoje, possível observar e percorrer o velho casco medieval, bem preservado, e que por isso constitui uma singular paisagem urbana dotada de uma identidade única!


Conhecendo a lenda do Galo

Nada melhor do que uma nativa para contar esta lenda tão famosa.

Assista a reportagem abaixo onde uma moradora da cidade e experiente artesã nos conta a lenda do galo (em português europeu!):

Se não conseguir visualizar o vídeo, clique aqui.


Conhecendo outras versões da Lenda

Como todas as lendas, há várias versões. A página web oficial da cidade traz a versão abaixo em várias línguas.

Lenda-do-galo

Para ler em outras línguas, clique aqui.

A curiosa lenda do galo está associada ao cruzeiro medieval que faz parte do espólio do Museu Arqueológico da cidade. Segundo esta lenda, os habitantes do burgo andavam alarmados com um crime e, mais ainda, com o facto de não se ter descoberto o criminoso que o cometera. Certo dia, apareceu um galego que se tornou suspeito. As autoridades resolveram prendê-lo e, apesar dos seus juramentos de inocência, ninguém acreditou. nele. Ninguém acreditava que o galego se dirigisse a S. Tiago de Compostela, em cumprimento de uma promessa, sem que fosse fervoroso devoto do santo que, em Compostela, se venerava, nem de S. Paulo e de Nossa Senhora. Por isso, foi condenado à forca. Antes de ser enforcado, pediu que o levassem à presença do juiz que o condenara. Concedida a autorização, levaram-no à residência do magistrado que, nesse momento, se banqueteava com alguns amigos. O galego voltou a afirmar a sua inocência e, perante a incredulidade dos presentes, apontou para um galo assado que estava sobre a mesa, exclamando: “É tão certo eu estar inocente, como certo é esse galo cantar quando me enforcarem”. Risos e comentários não se fizeram esperar mas, pelo sim pelo não, ninguém tocou no galo. O que parecia impossível tornou-se, porém, realidade! Quando o peregrino estava a ser enforcado, o galo assado ergueu-se na mesa e cantou. Já ninguém duvidava das afirmações de inocência do condenado. O juiz correu à forca e viu, com espanto, o pobre homem de corda ao pescoço. Todavia, o nó lasso impedia o estrangulamento. Imediatamente solto foi mandado em paz. Passados anos voltou a Barcelos e fez erguer o monumento em louvor a S. Tiago e à Virgem.

Fonte: http://www.cm-barcelos.pt/visitar-barcelos/barcelos/lenda-do-galo

Em minha viagem a Portugal comprei estes cartões postais com uma versão curta da lenda (em português e em alemão):

110GaloSimbPortHist1Pt

111GaloSimbPortHist2Alem

 Dica legal: Vídeos & Reportagem sobre a Lenda do Galo de Barcebos em espanhol e inglês

Vídeos e reportagens interessantes contando a lenda esperam por você abaixo:

a) em espanhol

b) em inglês


Mais Curiosidades

Você sabia que até no espaço tem um Galo de Barcelos? Pois é verdade.

Para ler o artigo a respeito, clique aqui.

galo-de-barcelos-no-espaço

Câmera registra viagem de Galo de Barcelos ao espaço


Dicas de pesquisa para Curiosos, alunos & professores

bandeirapt

  • Quer saber mais sobre os símbolos nacionais portugueses? Então clique aqui.
  • Saiba tudo sobre Barcelos: em português aqui e em alemão aqui
  • Você é professor(a) e gostaria de trabalhar com a leitura de um livro sobre o tema em sala de aula? Veja sugestões legais neste material didático do Plano Nacional de Leitura de Portugual (em formato PDF).

lenda_livro_infantil

(Exemplos das atividades disponíveis online)

Em Portugal já houve vários concursos onde as crianças recontam a história dGalo de Barcelos, acrescentando novos elementos. Veja como é linda esta aqui:

Concurso “Conta-nos uma história”

Podcast e Videocast na Educação

“Gum-Wall”: A nova invenção alemã para cidades mais limpas!

Hinterlasse einen Kommentar Standard

Por M. Fábia P. V. Willems

Quem já viu um Gum-Wall por aí?

A instação das caixinhas já começou e a população vai a deixar as cidades mais limpas. Pelo menos aqui na terra Suábia (Schwabenland), o povo que mais valoriza a limpeza da Alemanha.

Gum-Wall? Como assim?

A escolha do anglicismo para a invenção deixa-a mais atraente e “moderninha”, alcançando também os mais jovens.

Gum significa chiclete, em inglês. Wall é parede ou muro. Sendo assim: uma paredinha para colar chiclete.

Segue um “conselho” que poderia conquistar corações e bolsos:

Cuide de seus sapatos e use o “Gum-Wall”

Cole seu chiclete aqui nos smilies!

Afinal, quem gosta pisar daquela goma nojenta. E para tirar aquilo do sapato depois? Terrível, não é?

Fora isso, as prefeituras e empresas gastam um dinheirão para remover os clicletes de suas pataformas e ruas, mas manchas cinzentas ficam no chão.

O “Cola-Cliclete” tem uns 35 cm de largura e uns 50 de cumprimento e é vermelho e amarelo. Tem uns Smilies super simpáticos colados numa área de uns 40 centímetros. Eles esperam ansiosos os chicletes mastigados. Em baixo das carinhas há uma gavetinha vermelha trancada e, em cima dela, uma pequena abertura onde se pode jogar a goma de mascar também. Dos lados, está escrito em amarelo:

kauen – kleben – gehen (Mastigar – colar – ir embora)

Será que a Gum-Wall conquistaria os brasileiros também?

Você viu uma Gum-Wall por aí? Então mande uma foto pra gente publicar aqui 🙂

Bem, com ou sem Gum-Wall.

Não jogue cliclete na rua, por favor!

Embrulhe sua goma de mascar num papelzinho, guarde-a e jogue-a no lixo assim que possível. O meio-ambiente também agradece 😉

Gum-Wall: Mastigar – colar – ir embora (kauen, kleben, gehen)