Quem traz os presentes de Natal? o Papai Noel, o Nicolau ou o Menino Cristo? (Der Weihnachtsmann, der Nikolaus oder das Christkind – Wer bringt die Geschenke zu Weihnachten?)

Deixe um comentário Padrão

Por: M. Fábia P. V. Willems

Quem traz os presentes de Natal?

Aquele velhinho simpático do Pólo Norte que vem de trenó do céu. Certo? Bem, há quem diga que não e afirma que podem ser outras duas pessoas. Veja só quem são elas e tire suas próprias conclusões, aproveitando a oportunidade para aprender algumas palavras natalinas em alemão.

As crianças brasileiras acreditam no Papai Noel e que ele os observa o ano inteiro. Se forem bonzinhos receberão os desejados presentes na noite do dia 24 de dezembro.

Os pequenos portugueses também acreditam no bom velhinho que chamam de Pai Noel.
Já os alemãezinhos, dividem opiniões. Para eles há três possibilidades:

  • o Papai Noel, chamado pelos portugueses de Pai Noel ou Pai Natal (der Weihnachtsmann),
  • o Nicolau (der Nikolaus) eou m
  • Menino Jesus, também chamado de o “Menino Cristo”, em tradução livre (das Christkind).

Mas como pode isso? Entenda agora a origem desta tradição.

Vamos começar a entender quem traz os presentes para a criançada desde os tempos antigos.

O Nicolaus (der Nicolaus)

No século III, nascia o menino Nicolau na atual Turquia. Sua família era muito rica.

Quando seus pais faleceram, ele herdou a grande fortuna e resolveu dividi-la com os necessitados. Presenteava crianças pobres e ajudava moças com dotes para que pudessem se casar, fugindo assim da miséria e da prostituição. Há quem afirme que ele chegou a doar três bolas de ouro a três irmã!

Quem precisasse de ajuda, podia contar com essa boa alma. Acabou tornou-se, no século IV, o Bispo de Mira e ajudando ainda mais pessoas em desespero. Dizem que fazia até milagres.

No dia 6 de dezembro de 345, o bom Nicolau faleceu e, tempos depois, foi canonizado, tornando-se o Santo Nicolau (der Heilige Nikolaus), o padroeiro das crianças, viajantes e marinheiros (Schutzpatron der Kinder, Reisenden und Seeleute). Também tornou-se o santo padroeiro  é o da Rússia, Grécia e Noruega.

Aleksa Petrov: Russische Ikone, 1294

Ökumenisches Heiligenlexikon

Foi assim que ele ficou conhecido pelo mundo e o dia de sua morte escolhido para ser o dia de presentear as pessoas.

Só lembrando, neste tempo, as crianças recebiam só frutas e doces! Bem mais tarde, lá pelo século XIX é que surgiriam os presentes caros.

O Menino Cristo (das Christkind)

No século XVI, acontecia a Reforma Protestante na Alemanha. Martinho Lutero (em alemão, Martin Luther) era um monge que achava a igreja agia errado por permitir a compra do perdão de pecados, as chamadas indulgências.

Ele defendia os ensinamentos de Jesus Cristo, isto é, que a salvação não estaria à venda, já que o perdão dos pecados só poderia vir de Deus e isso só aconteceria quando houvesse um profundo arrependimento de quem o cometeu em vida. Dizia também que o ato de poder comprar o perdão para si ou para familiares mortos, que poderiam estar no inferno,  evitava atos de misericórdia para com os pobres.

Acabou escrevendo-as em 95 teses. Defendeu-as na Universidade de Wittenberg e pregando-as da porta da Igreja do Castelo de Wittenberg , sendo imprimidas e distribuída por todas as regiões.

Outros religiosos e pessoas comuns que com ele concordavam, resolveram segui-lo, fato que dividiria os cristãos europeus entre católicos e protestantes (isto é, evangélicos).

Lutero não via sentido presentear as crianças dia 6 de dezembro, uma tradição católica, por isso, mudou esta data e criou a figura do Menino Cristo (das Christkind, em alemão), inspirado no nascimento do Menino Jesus. Iniciou a entregar dos presentes (em alemão, die Bescherung) no dia 25 de dezembro por considerá-lo o Dia de Natal (der Weihnachtstag).

Mais tarde, algumas pessoas começaram misturar a imagem do Menino Jesus com a de um anjo, dando-lhe asas. Em seguida, transformaram a figura natalina uma menina com aparência de fada.

Veja só como a firma de brinquedos Playmobil ilustra a “Criança Cristo” e o Santo Nicolaus:

http://media.playmobil.com/i/playmobil/4887_product_box_front

St. Nikolaus und Christkind – Produktnr.: 4887

Foi assim que a tradição se espalhou e até muitos católicos alemães começaram a dizer às crianças que é o Chritkind quem traz os presentes.

Ah… ideia de montar um Presépio também vem destes tempos.

O Papai Noel (der Weihnachtsmann)

Já o Papai Noel é uma invenção moderna e conhecido mundo afora, mas quem é ele realmente?

A figura de homem bom e presenteador popularizou-se e, no século XVII, ela apareceria até numa poesia de um alemão famoso chamado Hoffmann von Fallersleben, popularizando-se também no mundo literário.

No século XIX, o alemão Thomas Nast teria criado a figura de um Papai Noel para a revista norte-americana Harper´s Weekly 

Mais tarde, os americanos comercializaram o Natal e, por influencia de imigrantes holandeses, difundiram a entrega dos presentes já no dia 24, isto é, na Noite de Natal (Weihnachtsabend).

Depois da divulgação de muitos filmes e canções com histórias emocionantes, o mundo praticamente se americanizou.

Haddom Sandblon teve uma ideia genial de marketing em 1931 para a empresa Coca-Cola: colocar  “Santa Claus”, como eles chamam o Papai Noel, com uma roupa especial vermelha e branca.

Nikolaus von Coca-Cola-Zeichner Haddon Sundblom nach dem Vorbild von Cola-Verkäufer Lou Prentice, 1939

Santa Claus – Coca-Cola – Haddon Sundblom, Lou Prentice, 1939  The Coca-Cola Company

Ele estaria em Shopping-Centers, viria do céu em seu trenó com seus presentes e divulgaria, assim, também o principal produto da empresa. Até um caminhão vermelho todo iluminado circula hoje em dia por algumas capitais mundiais.

E você?

Quando comemora o Natal?

Em qual desses três você acredita ou acreditou um dia?

Bem, seja qual for sua resposta, não deixe de ler nossos outros artigos sobre o Natal 😉

Seja feliz e não deixe o verdadeiro sentido do Natal morrer!

Qual é ele mesmo?

DICA DE LEITURA

Anúncios